República volta atrás e assume responsabilidade na descontaminação na Terceira

O ministério do Ambiente garantiu ontem nunca ter atribuído a responsabilidade de liderar o processo de descontaminação dos solos e aquíferos na ilha Terceira ao Governo dos Açores.

O gabinete do ministro do Ambiente desculpou-se, num esclarecimento enviado à Lusa, com “má interpretação” das declarações proferidas pelo governante sobre este assunto, em resposta a um deputado do PSD/Açores numa comissão parlamentar.

“É falso que, em algum momento, o ministro do Ambiente tenha desvalorizado a descontaminação e mais falso ainda que tenha atribuído a alguém a sua responsabilidade”, refere o esclarecimento, admitindo, porém, que essa responsabilidade “ultrapassa as competências do ministério do Ambiente”.

O gabinete de Matos Fernandes recorda agora que, além de manifestar “preocupação com o problema”, o governante disponibilizou o know how da Agência Portuguesa de Ambiente (APA), para trabalhar sob a liderança do Governo Regional na sua resolução.

No entanto, as declarações de João Pedro Matos Fernandes, na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, no passado dia 26 de abril, não deixam margem para qualquer “má interpretação”.

 

Foto: Direitos Reservados

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/republica-volta-atras-e-assume-responsabilidade-na-descontaminacao-na-terceira/