PSD questiona se promessas de investimento no património e serviços nos Açores foram só campanha eleitoral

O deputado do PSD/Açores, na Assembleia da República, quer saber se as promessas de investimento no património e serviços da República na Região foram apenas campanha eleitoral.

António Ventura questionou, em sede de Comissão Parlamentar, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa sobre os “tão anunciados, até às eleições regionais”, investimentos.

“Desde o final de 2015 que os dirigentes do PS, o atual Governo da República e o Governo Regional têm vindo a prometer investimentos, para os Açores, no âmbito dos serviços, em novos equipamentos e em pessoal”, lembrou o social democrata, acrescentando que a Declaração Conjunta, assinada pelos Governos da República e Regional, em abril de 2016, no seu ponto sete, refere esses investimentos e reconhece o estado de degradação dessas mesmas estruturas e a falta de pessoal.

O parlamentar recorda ainda que “estes anúncios foram, insistentemente, publicitados até às eleições regionais”, lamentando que após estas “nunca mais se ouviu falar nesses investimentos e nesses anúncios”.

“No âmbito da discussão do Orçamento de Estado, questionei a senhora ministra sobre os investimentos e não obtive resposta. Enviámos um requerimento em fevereiro e ainda não obtivemos resposta. Aproveito esta audição para a questionar se estes investimentos, tão anunciados até às eleições regionais, estão programados, estão esquecidos ou estão excluídos”, inquiriu António Ventura.

Sobre todas estas questões, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, referiu apenas que o requerimento apresentado pelo grupo parlamentar do PSD foi remetido ao ministério das Finanças, por achar que este ministério “estava em condições de dar uma resposta mais precisa”.

 

 

 

Foto: José Garcia

+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/psd-questiona-se-promessas-de-investimento-no-patrimonio-e-servicos-nos-acores-foram-so-campanha-eleitoral/