PSD lamenta suspensão da Linha Lilás e acusa Governo de “boicotar o desenvolvimento” da Terceira

A Comissão Política de Ilha (CPI) do PSD na Terceira lamentou hoje a suspensão da Linha Lilás da Atlânticoline e acusou o executivo regional de sucessivamente “boicotar o desenvolvimento” da Terceira.

“A decisão de suspender a Linha Lilás é mais uma, entre tantas e sucessivas decisões do Governo regional socialista, bem como das empresas públicas por este tuteladas, que boicotam as possibilidades de desenvolvimento da Terceira, do seu turismo e da sua economia, facto que o PSD não deixará nunca de denunciar e condenar”, refere em comunicado a estrutura de ilha liderada por Francisco Câmara.

No entender do social democrata, esta decisão “é mais um golpe infligido pelo Governo regional socialista, nas necessidades e aspirações da economia da Terceira e das suas gentes”.

A Linha Lilás permitia as ligações entre a Terceira e a ilha de São Jorge e daí para o Pico e o Faial, através do Porto das Pipas, sendo, no entender da CPI do PSD/Terceira, em época de verão, “dinamizadora da actividade económica em Angra do Heroísmo”,

A Comissão Política de Ilha recorda, também, a existência, “desde há muito tempo”, de “cabimentação orçamental” e o “compromisso da realização de obras de melhoramento no Porto das Pipas, onde se inclui a construção de uma Rampa “Ro-Ro”.

“A reposição das ligações marítimas entre a Terceira e São Jorge, a partir dos portos de Angra e Calheta, respectivamente, merece a defesa intransigente por parte do PSD, a bem do desenvolvimento da nossa terra e das suas gentes”, concluiu o dirigente terceirense.

Também as Comissões Políticas das Ilhas de São Jorge e Graciosa se insurgiram contra esta decisão do executivo, por considerarem lesiva dos interesses económicos das duas ilhas.

 

 

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/psd-lamenta-suspensao-da-linha-lilas-e-acusa-governo-de-boicotar-o-desenvolvimento-da-terceira/