PS questiona sobre agravamento de prejuízos da SATA em 2021

Direitos Reservados

O grupo parlamentar do PS, na Assembleia Legislativa dos Açores, questionou ontem o executivo regional sobre o agravamento dos prejuízos do Grupo SATA, que totalizavam 90 milhões de euros, sem subsídios, no final do terceiro trimestre de 2021.

No documento entregue no parlamento açoriano, os socialistas pretendem perceber os motivos do aumento substancial de subsídios à empresa pública de transportes aéreos, solicitando a discriminação dos apoios à exploração registados nas empresas do Grupo SATA, ocorridos nos anos de 2020 e de 2021. Os parlamentares questionam também sobre o impacto da Tarifa Açores nos prejuízos da SATA.

Sobre o Plano de Reestruturação do grupo, apresentado à Comissão Europeia, os eleitos do PS/Açores querem saber se este “contempla estes subsídios à exploração e a própria Tarifa Açores”.

“Os resultados totais corrigidos do Grupo SATA, contemplando a SATA Air Açores SA, a SATA Internacional – Azores Airlines e a SATA, Gestão de Aeródromos SA são negativos em 90,18 milhões de euros, o que corresponde a um agravamento das contas da companhia aérea Açoriana”, realçam, salientando que os mesmos “contradizem a anunciada recuperação económica e financeira da SATA e devem de ser minuciosamente explicados pelo Governo Regional”.

+central

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/ps-questiona-sobre-agravamento-de-prejuizos-da-sata-em-2021/