Provas do Azores Trail Run integram os circuitos oficiais nacionais em 2017

trailAs provas de trail running com a chancela Azores Trail Run (ATR), organizadas pelo Clube Independente de Atletismo Ilha Azul, vão, em 2017, fazer parte dos circuitos oficiais da Associação de Trail Running de Portugal (ATRP).

Assim, o Columbus Trail Run, em Santa Maria no mês de feveiro; o Azores Trail Run, em maio no Faial; e a Azores Triangle Adventure, que liga as ilhas do Faial, Pico e São Jorge, em outubro, vão passar a pontuar para as competições nacionais de trail running.

As provas Azores Trail Run passam desta forma a ser sempre licenciadas pela ATRP, entidade responsável pela fiscalização e arbitragem das mesmas, e a estar obrigadas a cumprir escrupulosamente as rigorosas regras a que estão submetidas todas as corridas em território nacional que integrem o calendário oficial da modalidade.

O calendário nacional 2017 inclui os circuitos Ultra Endurance (para provas de 100 ou mais quilómetros e onde se integra a Azores Triangle Adventure), Ultra Trail (para provas de mais de 42 quilómetros e onde se integram a Columbus Trail Run e a Azores Trail Run) e Nacional de Trail (para provas com menos de 40 km e onde se integra o Trail das Fajãs, etapa de São Jorge da Azores Triangle Adventure).

A integração de todas as provas ATR nos circuitos nacionais resulta, de acordo com o presidente da ATRP, da “estreita colaboração entre a organização do ATR e a ATRP no sentido de desenvolver cada vez mais o trail nacional e o turismo deste importante nicho de mercado, cada vez mais em voga nos diferentes destinos europeus e mundiais”.

Rui Pinho não tem dúvidas de que as provas ATR “acrescentam diversidade” ao circuito, dando como exemplo o facto da Triangle Adventure ser a única prova por etapas no campeonato ultra endurance.

Também o Columbus Trail Run se revela, de acordo com o dirigente, como uma prova de grande potencial, pois “tem uma data muito interessante para a realidade europeia e nacional”.

Para o presidente da ATRP, as provas ATR destacam-se por “aliar na perfeição a conservação da natureza com o turismo desportivo e a partilha mais estreita de conhecimentos e experiências”.

“Só em ambientes como os que se vivem nos Açores é possível experimentar tanto convívio e proximidade entre atletas”, acrescenta.

De acordo com o Rui Pinho, os atletas que em 2017 vierem correr as provas ATR podem esperar “excelentes organizações em ambiente descontraído e totalmente virado para a natureza em estado puro, que é aquilo que, aliado ao desafio dos limites da resistência, quase todos procuram no trail”.

Azores Trail Run no Campeonato do Mundo

Realiza-se no dia 29 de outubro, na cidade de Braga, o VI Campeonato do Mundo de Trail, onde marcam presença as principais seleções mundiais da modalidade.

A prova desenrola-se em trilhos do Parque Nacional Peneda-Gerês, num total de cerca de 85 Kms, com um desnível positivo de 4500 metros.

O diretor das provas ATR também estará em Braga a acompanhar a prova, onde vão correr muitos atletas que já passaram pelos Açores, como é o caso de Armando Teixeira e Kamil Lesnkiak.

Esta prova, para além do elevado nível competitivo, caracteriza-se por ser um importante ponto de encontro de atletas de todo o mundo, assim como de diversas organizações de provas de muitos países.

 

 

 

 

Foto: Hildeberto Garcia

ATR/+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/provas-do-azores-trail-run-integram-os-circuitos-oficiais-nacionais-em-2017/