Itinerário de descoberta assinala Dia Nacional dos Centros Históricos em Angra do Heroísmo

O município de Angra do Heroísmo assinalou ontem o Dia Nacional dos Centros Históricos proporcionando um itinerário de descoberta a locais habitualmente vedados ao público, numa iniciativa intitulada “O Que Nunca Viu”.

Em parceria com a Associação Nacional dos Municípios com Centros Históricos, a Direção Regional da Cultura, a Igreja da Sé, a Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo e a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís Silva Ribeiro, foi possível visitar o túnel da Ribeira dos Moinhos, as torres da Igreja da Sé, a cripta da Igreja da Misericórdia, o Lanternim do Palacete Silveira e Paulo, bem como foi possível visualizar documentos, livros e incunábulos dos mais valiosos da Biblioteca.

Um evento único que mereceu a adesão do público, tendo comparecido à visita guiada cerca de 70 pessoas, entre alunos de três turmas do ensino secundário, turistas e locais, numa forma única de celebrar o Dia Nacional dos Centros Históricos, possibilitando aos participantes uma oportunidade singular de conhecer ou aprofundar os seus conhecimentos sobre a nossa cidade Património Mundial.

“ Vale a pena descobrir e redescobrir o Património do nosso Centro Histórico. Os maiores tesouros por vezes não são óbvios. Com esta iniciativa pretendeu-se aguçar a curiosidade do público para desvendar um pouco mais da história de Angra”, afirmou a Vereadora Raquel Caetano Ferreira, a propósito desta iniciativa.

O elenco camarário regozijou-se, ainda, com a distinção do centro histórico de Angra do Heroísmo, como um dos mais bonitos do país, feita pela sapo.pt em parceria coma TripAdvisor, assinalando, precisamente, o Dia Nacional dos Centros Históricos.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

GC CMAH/+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/itinerario-de-descoberta-assinala-dia-nacional-dos-centros-historicos-em-angra-do-heroismo/