Falta de Ecopontos em São Jorge limita o investimento no processamento de resíduos

resíduosA candidata do Partido-Animais-Natureza (PAN) às eleições legislativas regionais, pelo círculo eleitoral da ilha de São Jorge, considera que a falta de pontos de recolha limita o investimento realizado no tratamento dos resíduos na ilha.

Em declarações à Lusa, Alexandra Gomes, Arqueóloga, de 26 anos, referiu que foi um “erro” o “grande investimento, por parte do Governo Regional”, no tratamento de resíduos em São Jorge, numa altura em que “não existe um único ecoponto em toda a ilha, o que inviabiliza a recolha”.

A investigadora estagiária no Museu Francisco Lacerda, natural da ilha Terceira, explicou que esta é a primeira vez que se envolve num projeto político, explicando que a escolha do PAN deve-se ao facto de o partido defender o ambiente, o que os Açores têm “para oferecer aos locais e turistas”.

Falando de turismo, Alexandra Gomes defende que os Açores “têm de ser um outro tipo de destino turístico, sustentável”, uma vez que Portugal “já tem o Algarve e a Madeira”.

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/falta-de-ecopontos-em-sao-jorge-limita-o-investimento-no-processamento-de-residuos/