Conserveira Santa Catarina recebe certificação MSC Chain of Custody Standard

Direitos Reservados

A Conserveira Santa Catarina, na ilha de São Jorge, anunciou que recebeu a certificação de acordo com a norma MSC Chain of Custody Standard, o que possibilita acrescentar valor às suas conservas, podendo vendê-las a preços mais elevados, uma vez que passará a conseguir entrar em novos mercados da Europa Central, onde o poder de compra é superior e a exigência com as questões de sustentabilidade ambiental e rastreabilidade dos produtos são muito elevadas.

A MSC – Marine Stewardship Council é uma certificação de pesca sustentável, que indica a utilização das melhores práticas internacionais de pesca, cujos padrões são desenvolvidos em conjunto com a indústria da pesca, cientistas, especialistas e partes interessadas.

O comércio e as trocas comerciais dos produtos MSC cumprem também o padrão de cadeia de custódia que permite uma boa rastreabilidade. Para além de um programa de certificação de pesca, a MSC auxilia a cadeia do produto frente à atividade da pesca ilegal e contribui com a saúde dos oceanos do mundo, reconhecendo e recompensando práticas de pesca sustentáveis, influenciando as escolhas que as pessoas fazem quando compram os produtos derivados e trabalhando com parceiros conscientes para transformar o mercado de pescado em uma base sustentável.

Pode-se apontar que atualmente 15% do peixe marinho capturado mundial é certificado pela MSC (MSC, 2020).

Para avaliação da sustentabilidade das pescarias, o padrão de pesca do MSC considera três princípios principais, que são o stock sustentável dos recursos pesqueiros disponíveis na natureza, a minimização do impacto ambiental que a arte de pesca pode resultar, e a gestão aplicada à pesca, com correto cumprimento da legislação vigente.

E é importante frisar que o programa de certificação é constantemente reavaliado, sendo renovado em estreita parceria com diferentes técnicos e profissionais atuantes na cadeia da pesca.

A partir de agora as conservas Santa Catarina poderão conter o selo ecológico MSC azul, nas embalagens, o que garante ao consumidor a rastreabilidade do mesmo.

Esta é mais uma medida que Santa Catarina preconiza no âmbito da sua missão de produzir conservas de atum com um firme compromisso com a qualidade, com a certeza de estar a trabalhar em prol da sustentabilidade e da valorização dos recursos locais, de forma socialmente responsável.

+central

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/conserveira-santa-catarina-recebe-certificacao-msc-chain-of-custody-standard/