Artur Lima quer dar “igualdade de acesso aos cuidados de saúde” a todos os açorianos

Artur LimaO presidente e candidato do CDS-PP/Açores, às legislativas do próximo domingo, assumiu ontem o setor da saúde como prioritário, no programa eleitoral do partido na Região.

“Ao contrário de todos os outros partidos, a nossa prioridade, no nosso programa eleitoral, é a saúde. Depois de termos saúde podemos trabalhar e desenvolver mais a nossa terra”, salientou Artur Lima, num jantar comício em Angra do Heroísmo, com a presença da líder nacional, Assunção Cristas, onde defendeu que os açorianos devem ter “igualdade de acesso aos cuidados de saúde, independentemente da ilha em que residem”.

O candidato focou-se na defesa da ilha Terceira, mas lembrou também algumas das propostas de âmbito regional do CDS-PP, como a redução da idade da reforma nos Açores em três anos, baseada no facto de a esperança média de vida dos açorianos ser mais baixa.

Artur Lima reforçou ainda propostas de apoio às famílias, como a atribuição de mil euros a cada casal pelo nascimento de um novo filho, a atribuição de mil euros a cada estudante que entre no ensino superior e a criação de apoios às famílias que queiram manter os idosos em casa, em vez de os institucionalizarem.

O candidato do CDS disse que a Terceira “perdeu na sua economia, na sua centralidade e na sua importância regional”, responsabilizando o PS, que governa a região há 20 anos, e apelou aos eleitores para que não acreditem “naqueles que voltam a prometer aquilo que não fizeram”.

“Tiveram vergonha de à segunda maior ilha dos Açores chamar ilha de coesão então inventaram um PREIT [Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira]”, frisou.

Artur Lima deixou também críticas ao PSD, que acusou de ter plagiado propostas do CDS-PP.

“Nós agradecemos e ficamos honrados, o problema é que quando se copia e se é cábula, copia-se mal”, salientou, dando como exemplo uma proposta dos social-democratas para “estudar a hipótese do uso do hidrogénio como combustível”.

Mas no ataque aos adversários políticos, focou-se sobretudo no Bloco de Esquerda, que também tinha dedicado críticas ao CDS-PP, no dia anterior, num jantar comício, em Angra do Heroísmo.

Artur Lima disse que “o Bloco já veio tarde” ao propor a descontaminação dos solos e aquíferos da Praia da Vitória, porque foi o CDS que denunciou, em 2008, a contaminação, da responsabilidade da Força Aérea norte-americana.

O líder centrista também não gostou de ouvir o candidato do BE pela ilha Terceira dizer que o CDS vive de acordos com o PS e salientou que não é o partido que beneficia das medidas que negoceia, mas os açorianos.

Artur Lima acusou ainda o BE de querer “acabar com 25% do PIB da ilha Terceira”, alegando que o partido defende a saída da Força Aérea norte-americana da base das Lajes e o fim das touradas à corda e de praça na ilha.

 

 

 

 

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/artur-lima-quer-dar-igualdade-de-acesso-aos-cuidados-de-saude-a-todos-os-acorianos/