Air Berlin transportou em 6 meses 1900 passageiros na operação para a ilha Terceira

O Governo dos Açores informou hoje que a operação efetuada, em seis meses, pela companhia aérea alemã Air Berlin transportou 1914 passageiros para a ilha Terceira.

A operação adjetivada, na altura, pelo secretário regional do Turismo e Transportes como “mais um passo na consolidação do setor do turismo” nos Açores, revelou-se um fracasso, defraudando as expetativas dos empresários locais, e do executivo regional inclusive, que, no seguimento do incremento superior a 100 mil dormidas, provenientes deste destino, entre 2012 e 2015, esperava “consolidar” aquilo que havia sido feito e “incrementar ainda mais os fluxos turísticos provenientes deste que é o principal mercado externo da Região”.

Em resposta a um requerimento apresentado pelo grupo parlamentar do CDS-PP Açores, onde se questionava sobre as razões da Azores Airlines não assegurar ligações aéreas com outros destinos europeus, além de Lisboa e Porto, a partir da ilha Terceira, o Governo Regional revela que a SATA está “continuamente a avaliar e desenvolver parcerias que possibilitem o desenvolvimento de novas rotas”, desde que “se revelem sustentáveis” para a empresa.

Sobre o futuro da angariação de novos fluxos turísticos para a ilha Terceira, o executivo adianta que “continuará a trabalhar, com todas as entidades do setor, (…) na promoção e dinamização turística, não só da ilha Terceira, mas de todas as ilhas da região Autónoma dos Açores”.

 

 

 

 

Foto: GaCS

+central

 

Link permanente para este artigo: https://maiscentral.com.pt/air-berlin-transportou-em-6-meses-1900-passageiros-na-operacao-para-a-ilha-terceira/