Visitas, concertos, exposições e conferência assinalam Dia dos Monumentos e Sítios nos Açores

A direção regional da Cultura, através dos seus Serviços Externos, associa-se às comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala a 18 de abril e que, este ano, tem como tema central ‘Património Cultural e Turismo Sustentável’.

O Museu de Angra do Heroísmo assinala este dia com um programa especialmente dedicado aos turistas, promovendo, pelas 15h00, uma visita à exposição “Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico” em que serão abordadas as caraterísticas das caixas e escritórios em madeira de cedro com decoração incisa, produzidos na ilha Terceira nos séculos XVI e XVII, a que se seguirá uma oficina de gravura, onde os participantes poderão reproduzir aqueles elementos decorativos.

A participação nesta iniciativa é gratuita, mas necessita de inscrição prévia, que deve ser feita através do telefone 295 240 800 ou do email museu.agenda@azores.gov.pt.

Pelas 21h00, na Igreja de Nossa Senhora da Guia, com entrada gratuita, terá lugar mais uma sessão do ciclo de concertos “Joias para Teclas da Música Barroca”, num espetáculo dirigido pelo maestro Gustaaf van Manen que incluirá a interpretação de obras de Zipoli e Patchelbel.

Por seu lado, o Museu da Horta, em colaboração com a Câmara Municipal, promove a 18 de abril uma subida à Torre do Relógio, numa iniciativa que pretende divulgar a história deste monumento, mas também da sua área envolvente.

Durante a manhã, a iniciativa é dirigida aos alunos das escolas, enquanto, entre as 14h00 e as 16h00, será aberta ao público, devendo as marcações ser feitas nas receções do Museu da Horta e da Casa Manuel de Arriaga, através do email museu.horta.info@azores.gov.pt ou do telefone 292 202 576.

Ainda na Horta, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça promove, pelas 21h00, a realização da palestra “Entre o Brasil e Goa, uma visita à Igreja do Carmo e às suas Famílias”, por Tiago Silva.

O Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada, assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com um passeio pedestre pela Vereda do Baltazar, nas Sete Cidades, localizado junto ao Cerrado das Freitas, que terá sido a primeira zona de fixação de habitantes naquela zona.

Por sua vez, Museu do Pico, com a participação da Câmara Municipal da Madalena, promove, pelas 14h00, no Museu do Vinho, a realização da oficina “Artes decorativas e decoração de garrafas de vinho”, destinada aos utentes do Centro de Atividades Ocupacionais da Madalena.

O Museu das Flores assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios a 23 de abril, com a realização de uma visita à antiga tapada das ovelhas, um trilho pedestre situado na encosta sul do Pico da Sé, onde será explicada a importância da criação de ovinos nesta ilha e o aproveitamento da sua lã, que originou a tecelagem de peças que estão representadas na coleção de têxteis do Museu.

O Museu da Graciosa também se associa às comemorações, promovendo a realização de uma visita guiada à Caldeira e ao Museu da Vida Rural, das 15h00 às 16h30, numa iniciativa dirigida aos jovens que frequentam a Ludoteca das Pedras Brancas, na Luz.

Em São Miguel, o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas assinala este dia com a realização de uma conferência e duas atividades do Serviço Educativo.

A conferência terá lugar pelas 19h00 e contará com a participação de David Santos, Subdiretor-Geral da Direção Geral do Património Cultural, João Mendes Ribeiro, arquiteto do projeto do Centro de Artes Contemporâneas, e Carlos Marques, Presidente da Delegação dos Açores da Ordem dos Arquitetos.

O Serviço Educativo associa-se às comemorações com a atividade “Erguer Pontes”, que se realiza nos dias 18 e 22 de abril.

No dia 18, a iniciativa decorre entre as 10h00 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 16h30, desenvolvendo-se a partir da Ponte dos Oito Arcos, monumento emblemático da cidade da Ribeira Grande, numa visita-oficina em que os participantes vão construir uma ponte com materiais recicláveis.

A 22 de abril, esta atividade propõe uma visita pela cidade da Ribeira Grande, guiada pelo historiador Mário Moura, e um intérprete de língua gestual, dando a conhecer a história de alguns monumentos.

A participação nestas duas atividades é gratuita, podendo os interessados inscrever-se através do email acacinfo@azores.gov.pt ou do preenchimento da ficha de inscrição disponível no site do Arquipélago, no endereço eletrónico http://arquipelagocentrodeartes.azores.gov.pt/.

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS) a 18 de abril de 1982 e aprovado pela UNESCO no ano seguinte, com o objetivo de sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para a necessidade da sua proteção e valorização.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

GaCS/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/visitas-concertos-exposicoes-e-conferencia-assinalam-dia-dos-monumentos-e-sitios-nos-acores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.