Vasco Cordeiro considera visita aos EUA significativa a nível institucional e afetuosa

O presidente do Governo dos Açores encontra-se nos Estados Unidos, onde inaugura um instituto académico e visita comunidades açorianas na Califórnia, dividindo a visita entre “contactos institucionais” e “afetuosos”.

“Prosseguimos neste momento um trabalho de dar consistência prática no domínio do relacionamento político, mas também no relacionamento económico e afetivo com este estado [Califórnia] que tem uma larguíssima comunidade dos Açores e de descendentes”, vincou no domingo à noite o chefe do executivo açoriano.

Vasco Cordeiro falava aos jornalistas em Boston, numa escala entre Ponta Delgada e a Califórnia, onde arranca hoje uma visita oficial que dura até sexta-feira.

Esta será uma “oportunidade de desenvolver contactos institucionais”, com o “desejo do fortalecimento da ligação entre os Açores e a Califórnia” como pano de fundo, garantindo Vasco Cordeiro que irá abordar os “Açores de hoje” aos descendentes e açorianos que residam nas localidades por onde passará a comitiva governamental e parlamentar.

Vasco Cordeiro preside na quarta-feira, e a convite do presidente da Universidade da Califórnia, à inauguração do instituto Portuguese Beyond Borders, que se destina a promover a cultura e a língua portuguesa, com um foco especial na diáspora açoriana.

Após a inauguração do instituto, que tem como diretor o professor universitário Diniz Borges, natural da ilha Terceira, o presidente do Governo Regional profere a aula inaugural, subordinada ao tema “Os Açores no Século XXI”, no âmbito do ‘Speakers Series’, iniciativa que inclui um conjunto de palestras por oradores convidados pelo instituto.

Hoje, na chegada à Califórnia, Vasco Cordeiro terá uma reunião com a vice-governadora desse Estado, Eleni Kounalakis, encontrando-se depois com líderes da comunidade açoriana de Sacramento.

Na terça-feira, o governante visita duas explorações do setor agrícola, propriedade de emigrantes açorianos, seguindo-se um encontro com a comunidade na Casa dos Açores de Hilmar.

Depois do dia no instituto, está previsto para quinta-feira um encontro com o autarca (‘mayor’) de Artesia, Tony Lima, assim como com a comunidade açoriana da área de Los Angeles e uma sessão promovida pela Sociedade de Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA) em Los Angeles sobre as oportunidades de investimento externo na região.

Na sexta-feira, último dia da visita, o programa inclui um encontro com o ‘mayor’ de San Diego, Kevin Faulconer, uma visita ao memorial em honra dos pescadores de atum, atividade com grande ligação à emigração açoriana, uma homenagem aos emigrantes açorianos de San Diego e um encontro com a comunidade residente nesta zona da Califórnia.

Segundo dados oficiais, a população de origem portuguesa na Califórnia é de cerca de 345 mil pessoas, estimando-se que cerca de 70% seja oriunda dos Açores.

Nesta deslocação oficial, o presidente do Governo dos Açores será acompanhado pelo secretário regional com a tutela das Relações Externas, Rui Bettencourt, e por deputados do PS e do PSD à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Estão ainda previstas no programa visitas às comunidades açorianas das cidades de Sacramento, Hilmar, Fresno, Artesia e San Diego.

Lusa/+central

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/vasco-cordeiro-considera-visita-aos-eua-significativa-a-nivel-institucional-e-afetuosa/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.