Responsabilidade política de Vasco Cordeiro na situação financeira da SATA em análise no Parlamento

Na sessão plenária de outubro da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores está agendada, com caráter de urgência, a análise da responsabilidade política do presidente do Governo regional, Vasco Cordeiro, na “grave situação financeira do grupo SATA”.

Esta iniciativa parlamentar do PSD surge por estes considerarem que “há uma relação direta entre o percurso político de Vasco Cordeiro, enquanto governante com responsabilidades sobre a SATA, e o agravamento da situação financeira da companhia aérea açoriana”.

“Primeiro como secretário regional da Economia e depois como presidente do Governo regional, Vasco Cordeiro conduziu a SATA a um beco sem saída, com a companhia aérea a perder mais de 160 milhões de euros numa década”, entendem os social democratas.

Na agenda dos trabalhos parlamentares que arrancam amanhã, na cidade da Horta, constam igualmente duas interpelações ao Governo, sobre educação e saúde.

A primeira interpelação é suscitada pelo deputado do PPM e está relacionada com as reivindicações dos docentes dos Açores, em matéria de contagem do tempo de serviço congelado, discussão que estava inicialmente agendada para o plenário de setembro, mas que foi adiada para agora, devido à ausência do secretário da Educação no último plenário.

A segunda interpelação ao Governo é apresentada pela bancada do PS, que está em maioria no parlamento dos Açores, e diz respeito ao serviço de transporte aéreo de emergência médica, que gerou polémica no arquipélago, após um inquérito realizado pela Inspeção Regional de Saúde sobre alegadas interferências na retirada de doentes.

Sobem ainda a plenário outras propostas relacionadas com a contagem de tempo de serviço dos professores, com a atualização da remuneração complementar e com a revisão da portaria que define as condições de trabalho dos tripulantes de ambulância (PSD), o aumento da remuneração complementar (PCP), a disponibilização de intérpretes de língua gestual aos serviços públicos e a criação de um grupo de recrutamento para docentes de Língua Gestual Portuguesa (BE).

O Governo apresenta também neste plenário o Quadro Plurianual de Programação Orçamental, que determina as verbas de investimento público para os próximos quatro anos no arquipélago.

 

 

Foto: JEdgardo Vieira

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/responsabilidade-politica-de-vasco-cordeiro-na-situacao-financeira-da-sata-em-analise-no-parlamento/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.