Reserva Florestal do Monte Brasil lidera número de visitas de residentes e turistas

A secretaria regional da Agricultura e Florestas informou hoje que a Reserva Florestal de Recreio do Monte Brasil, na Terceira, surge em destaque numa estimativa do número de visitantes durante o ano de 2017, estimando que receba 78% do total de visitantes por ano.

De acordo com os dados de um inquérito realizado pela primeira vez este ano pela direção regional dos Recursos Florestais, durante 15 dias, nos meses de maio e junho, passaram por quatro Reservas Florestais de Recreio localizadas nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial cerca de 12 mil pessoas, das quais 54% residentes no arquipélago e 44% turistas nacionais e estrangeiros.

A informação recolhida permite fazer uma estimativa do número de visitantes durante o ano de 2017, sendo certo que, tradicionalmente, os meses de maior afluxo são junho, julho, agosto e setembro, existindo um decréscimo de visitantes entre novembro e fevereiro.

A Reserva Florestal de Recreio do Monte Brasil, que ocupa uma área de 63 hectares, surge em destaque neste inquérito, estimando-se que receba 78% do total de visitantes por ano das quatro reservas em análise.

A segunda Reserva Florestal de Recreio com maior procura entre as quatro onde decorreram os inquéritos foi a mata ajardinada do Pinhal da Paz, em São Miguel, estimando-se que esta Reserva Florestal com 49 hectares receba, ao longo do ano, 15% do total de visitantes.

As Reservas Florestais de Recreio do Capelo, no Faial, e do Cerrado dos Bezerros, em São Miguel, recebem durante o ano, no conjunto, 7% do total dos visitantes.

As Reservas Florestais de Recreio nos Açores, que ocupam no total mais de 600 hectares, são espaços arborizados que aliam à dimensão paisagística e ambiental a vertente lúdica e de convívio entre diferentes gerações.

Estes espaços, frequentados durante todo o ano, juntam às zonas para churrascos e animais, como pavões e veados, entre outros, circuitos de manutenção física.

A entrada nas 27 Reservas Florestais de Recreio existentes em oito das nove ilhas dos Açores é gratuita, estando estes espaços abertos durante todo o ano, com horários de funcionamento adaptados a cada uma das reservas.

No total, a tutela estima que mais de 200 mil pessoas visitam anualmente estas quatro reservas, usufruindo da paisagem e da vertente lúdica que estes espaços de convívio intergeracional possibilitam.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

GaCS/+central

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *