Região só em março pagou a operação Terceira — Boston iniciada em 2015

O Governo dos Açores informou esta semana que só a 31 de março deste ano pagou a operação Terceira‐Boston que se  iniciou no Inverno IATA  de  2015, ao contrário do que havia informado a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo.

Em resposta, fora do prazo e incompleta, a um requerimento apresentado pelos deputados do CDS-PP Açores, Graça Silveira, Artur Lima, Catarina Cabeceiras e Alonso Miguel, o executivo açoriano faz prova da transferência bancária internacional para a Azores Express Tours INC, a 31 de março de 2017, contrariando as declarações de Marta Guerreiro, questionada pela deputada Graça Silveira, durante o debate e aprovação do Plano e Orçamento, que decorreu de 14 a 17 de março deste ano.

“Posso  adiantar  que  essa  questão está sanada e está resolvida”,  foi a resposta da governante na altura.

Às questões, também apresentadas no requerimento do CDS-PP Açores, datado de 27 de abril de 2017, sobre os comprovativos da transferência financeira, ao abrigo dos protocolos de parceria de operações de promoção turística para a  ilha Terceira, do Governo Regional para a Associação de Turismo dos Açores, e do pagamento da Azores Express, subsidiária da SATA, ao operador turístico contratualizado para a implementação da operação Terceira‐Boston, o Governo Regional não respondeu.

Ao que o +central conseguiu apurar, o operador turístico contratualizado para realizar a operação Terceira-Boston, adjudicada a 17 de novembro de 2015, e que se repetiu durante o ano de 2016, apenas recebeu o referido pagamento há pouco mais de um mês.

 

 

 

 

+central

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *