Região investiu mais de 18 M€ em acessibilidades portuárias nas Flores

Vítor FragaO secretário regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Santa Cruz das Flores, que o Governo dos Açores investiu nos últimos seis anos mais de 18,3 milhões de euros nas infraestruturas portuárias desta ilha, montante que considerou essencial para melhoria da qualidade de vida, nomeadamente ao nível das acessibilidades.

Vítor Fraga, que falava na cerimónia de assinatura do auto de consignação da requalificação do Porto das Poças, salientou a grande importância deste empreendimento, “particularmente para a ilha das Flores e para o Grupo Ocidental”, acrescentando que se irá traduzir numa relevante melhoria para as condições de todos os seus utilizadores, seja no âmbito profissional ou de lazer.

A obra, com um prazo de execução de 24 meses, representa um investimento de cerca de 10 milhões de euros e permitirá a construção de um novo molhe de proteção para toda a bacia portuária, com 302 metros de comprimento, a remoção de diversos afloramentos rochosos, além da dragagem do canal de acesso ao cais, permitindo melhorar as condições gerais de operação e a segurança deste espaço.

A par do benefício para o transporte de passageiros, Vítor Fraga realçou que será ainda otimizada a forma de aproximação ao cais por parte de todas as embarcações marítimo-turísticas ou de pesca, com a largura mínima do canal de acesso a aumentar para 22 metros.

Serão também melhoradas as operações portuárias no cais de Santa Cruz das Flores, bem como a saída em segurança da baía interior, estando também prevista uma intervenção na melhoria da proteção da orla marítima junto ao porto, prevendo a instalação de um farolim com cinco metros de altura.

Na sua intervenção, o governante recordou o “avultado investimento levado a cabo pelo Governo dos Açores nas Flores ao nível das infraestruturas portuárias” que, nos últimos seis anos, ascendeu a mais de 18,3 milhões de euros.

Vítor Fraga frisou que esse investimento foi feito no âmbito do principal objetivo do Governo, “de trabalhar em prol da melhoria das condições de vida de todos os Açorianos”.

Nesse sentido, recordou algumas das empreitadas que já foram realizadas ao nível dos portos nas Flores, como a construção do Núcleo de Recreio Náutico, a edificação da Gare Marítima, os melhoramentos no Porto das Lajes das Flores, incluindo o edifício de apoio, a reabilitação da cabeça, a construção de uma rampa Ro-Ro e a empreitada de prolongamento do cais.

Vítor Fraga salientou que o Governo dos Açores, ao longo dos últimos oito anos, realizou um investimento total superior a 185 milhões de euros na melhoria dos portos, a que se devem somar mais de 41,5 milhões de euros de obras em curso.

O secretário regional destacou a importância dos portos para o progresso de uma região como os Açores, ao permitir acudir a novas solicitações, melhoria de acessibilidades, potenciar o surgimento de novas oportunidades para a economia ou acorrer a necessidades de reabilitação devido à agressividade marítima do Atlântico norte, “onde nenhuma proteção natural se mostra especialmente evidente”.

Vítor Fraga considerou que a obra lançada hoje “é um exemplo evidente do cuidado” que é dado às “infraestruturas fundamentais” do arquipélago, salientando a importância da sua execução, “mesmo que impliquem montantes vultuosos, mesmo que as intempéries as danifiquem, mesmo que os constrangimentos orçamentais nos norteiem no sentido da poupança, da parcimónia e do mais absoluto rigor na gestão dos recursos públicos”.
 

 

 

Foto: HB

GaCS/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/regiao-investiu-mais-de-18-me-em-acessibilidades-portuarias-nas-flores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.