Região Autónoma dos Açores ocupa o último lugar no Índice Digital Regional

O Índice Digital Regional (IDR) 2017 demonstra que houve um agravamento das assimetrias regionais na construção da Sociedade da Informação entre a área Metropolitana de Lisboa (AM Lisboa) e as restantes zonas do país, colocando a Região Autónoma dos Açores na última posição.

Concebido pela Universidade do Minho, através do Gávea – Observatório da Sociedade da Informação, o estudo pretende contribuir para “compreender a realidade da Sociedade da Informação nas sete NUT II (unidades territoriais para fins estatísticos de segundo nível], comparando-as e contrastando-as”.

Segundo o estudo, a que a Lusa teve acesso, a AM Lisboa reforça a liderança face às restantes seis regiões NUT II (Norte, Centro, Região Autónoma dos Açores, Região Autónoma da Madeira, Algarve).

“Continua a verificar-se uma tendência de afastamento do desempenho de todas as regiões em relação ao da região de Lisboa, o que sublinha o agravamento das assimetrias regionais na construção da Sociedade da Informação em Portugal”, alerta no estudo o investigador Luís Miguel Ferreira.

Quanto ao ranking do IDR de 2017, a região de Lisboa mantém-se na primeira posição, tal como nas cinco edições anteriores, sendo que se salienta a subida da região Norte para o 2.º lugar, que fica ainda a “larga distância da AM Lisboa), por troca com o Centro, que passa a ocupar a 3.ª posição.

Na 4.ª posição surge a região do Algarve e em 5.º lugar o Alentejo. Antes dos Açores, que ocupam a 7.ª e última posição, aparece a Madeira.

“Depois de tantos anos e de muitos milhões de euros em Fundos Estruturais aplicados na coesão e na convergência territoriais, a verdade é que em aspetos tão relevantes que caracterizam a Sociedade da Informação as assimetrias persistem e até, em alguns casos, agravam-se”, avisa Luís Miguel Ferreira.

 

Foto: Direitos Reservados

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/regiao-autonoma-dos-acores-ocupa-o-ultimo-lugar-no-indice-digital-regional/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.