PSD/Açores denuncia agravamento do estudo científico com políticas adotadas pelo Governo

O grupo parlamentar do PSD/Açores denunciou hoje o “enorme retrocesso” na área científica da Região como consequência das políticas do PS e do Governo nos últimos anos, cenário que pode vir a agravar-se com as opções aprovadas para 2017.

Segundo Luís Rendeiro, o anúncio do secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, de que o executivo vai reforçar em 45 mil euros o apoio financeiro aos centros de ciência, não passa de um “ato falhado”, já que “não disfarça” a política seguida pelo executivo açoriano para a Ciência.

“Este anúncio não consegue fazer esquecer que este é o Governo que cortou um milhão de euros nas bolsas de investigação para cientistas na Região ou o abandono a que o Governo condenou muitos bolseiros de investigação nos Açores”, disse.

Para o parlamentar, “miudezas destas não disfarçam os anos de atraso na construção do Parque de Ciência e Tecnologia na Terceira ou a dificuldade em dinamizar o NONAGON, em São Miguel”.

Luís Rendeiro sublinha ainda que “45 mil euros a mais para os centros de ciência não disfarçam a falta de vontade do Governo em financiar os custos da tripolaridade da Universidade dos Açores e o vazio que tem sido a concretização das grandes promessas feitas no domínio aeroespacial para os Açores”.

“Com anúncios destes, comprova-se que a Ciência vai continuar a ser um dos parentes pobres da governação nos Açores, mas é o Governo que temos”, lamenta o deputado social democrata.

 

 

 

 

GI PSD/+central

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *