PSD quer esclarecimentos sobre exclusividade do transporte de macas nos aviões da Azores Airlines

Os deputados do PSD/Açores no parlamento açoriano questionaram o Governo regional sobre a exclusividade da Azores Airlines no transporte de macas e de incubadores entre os Açores e o Continente que, ao que tudo indica, está a impedir que a TAP faça também o transporte de doentes nessas condições.

Mónica Seidi, deputada do PSD/Açores e uma das subscritoras do requerimento ao executivo, defende que “impõe-se uma clarificação sobre quem deve ou pode transportar macas e incubadoras entre a Região e o Continente bem como os motivos que sustentam essa alegada exclusividade da Azores Airlines”.

O presidente da Conselho da Administração da TAP afirmou recentemente na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas da Assembleia da República que o “transporte de macas e incubadoras entre a Região e o Continente é uma exclusividade da SATA”, não obstante a vontade da TAP de prestar esse serviço.

Em junho de 2017, a TAP fez publicar um comunicado através do qual anunciava que o transporte de macas e de incubadoras passaria a estar sujeito a pedido prévio, tendo em conta as alterações à configuração das cabines das aeronaves que não permitem a utilização das macas até então utlizadas nesse serviço.

“É verdade que o transporte de macas e incubadoras entre a Região e o Continente é feito exclusivamente pela Azores Airlines, apesar de a TAP se mostrar disponível? Que motivos sustentam essa decisão”, questionam os deputados, frisando a “regularidade com que é necessário deslocar doentes em macas ou incubadoras para serviços especializados em território continental”.

Mónica Seidi alerta para a “irregularidade” da operação da Azores Airlines que liga a Região ao Continente, com “sucessivos atrasos e cancelamentos de voos”, e lembra que no caso da gateway das Lajes, na Terceira a TAP voa diariamente e a Azores Airlines liga aquela ilha ao Continente apenas três vezes por semana.

“Que opções existem para o transporte de macas e de incubadoras nos dias em que a Azores Airlines não voa a partir da gateway Lajes”, questionam os deputados do PSD/Açores, que requerem ainda ao Governo informação detalhada, por companhia aérea e por origem/destino, sobre o número de macas e de incubadoras transportadas nos últimos dois anos entre os Açores e o Continente.

 

 

Foto: Direitos Reservados

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/psd-quer-esclarecimentos-sobre-exclusividade-do-transporte-de-macas-nos-avioes-da-azores-airlines/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.