PSD quer conhecer razões do atraso na implementação do Gabinete dos Açores em Bruxelas

J Edgardo Vieira

Os deputados do PSD/Açores questionaram hoje o executivo regional sobre os motivos da prorrogação da estrutura de missão que visa implementar o gabinete da Região junto do Parlamento Europeu, em Bruxelas.

Num requerimento entregue no Parlamento dos Açores, os social democratas realçam que com a discussão em curso do Quadro Plurianual 2021-2027 para a União Europeia, bem como a reforma da Política Agrícola Comum (PAC) e do futuro do POSEI, urge uma presença efetiva da Região junto dos decisores políticos europeus.

Realçando que a economia dos Açores “depende, de forma demasiado evidente, das decisões operadas nas diversas instituições da União Europeia, quer no âmbito da Política de Coesão, da PAC, quer no contexto do POSEI, enquanto região ultraperiférica reconhecida no tratado da União Europeia”, os parlamentares do PSD consideram que o atraso na instalação do referido gabinete “evidencia a falta de atenção e de urgência do Governo dos Açores no trabalho a ser desenvolvido por essa estrutura há muito reclamada”, em parceria com os eurodeputados e os parceiros sociais na Região.

Desta forma, o grupo parlamentar do PSD/Açores pretende saber que recursos humanos estão afetos a esta estrutura de missão, qual a cronologia dos trabalhos realizados e que razões fundamentam a prorrogação do mandato da referida estrutura de implementação do Gabinete de Representação dos Açores em Bruxelas.

+central

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/psd-quer-conhecer-razoes-do-atraso-na-implementacao-do-gabinete-dos-acores-em-bruxelas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.