PSD quer conhecer fundamento da nova taxa sobre carga aérea aplicada pela TAP entre os Açores e o Continente

O deputado do PSD/Açores, na Assembleia da República, questionou hoje o ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre a recém criada taxa sobre a carga aérea, aplicada pela transportadora TAP, nas ligações entre os Açores e o Continente português.

“Para além dos voos cancelados e do incumprimento dos horários, entre os Açores e o Continente, que muito afetaram os açorianos e quem nos quis visitar, agora a TAP criou uma taxa sobre a carga aérea, denominada taxa de Raio-X”, afirmou António Ventura, na audição de Pedro Marques, na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Segundo o parlamentar açoriano, trata-se de um valor monetário, por caixa em porão, que está a afetar as áreas de exportação, referindo como exemplos, a floricultura e o pescado.

“Esta taxa surpreendeu tudo e todos, por ser totalmente inesperada e se refletir nos custos de produção”, salienta o social democrata, acrescentando que “correm notícias que esta taxa resulta da necessidade de compensar a pernoita do avião na ilha Terceira”, operação iniciada no mês de abril.

No entender de António Ventura, “sendo o Governo um dos donos da TAP, e querendo ter uma gestão efetiva, como anunciou”, convém que esclareça o porquê do surgimento desta nova taxa sobre a carga aérea, entre os Açores e o Continente português.

O ministro Pedro Marques nada disse sobre a questão, ignorando-a totalmente.

 

 

 

 

Foto: Denis Poustovgar (Direitos Reservados)

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/psd-quer-conhecer-fundamento-da-nova-taxa-sobre-carga-aerea-aplicada-pela-tap-entre-os-acores-e-o-continente/

1 comentário

  1. Boa tarde

    Era para informar que o autor da fotografia sou eu, Denis Poustovgar.

    Para informar que a fotografia contem direitos de autor, mas estao livres de uso

    Obrigado!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.