PSD propõe exceção para os Direitos de Autor no Carnaval da Terceira

Os deputados do PSD/Açores, na Assembleia da República, entregaram hoje um projeto de resolução visando a criação de um regime de exceção para as tradicionais Danças e Bailinhos de Carnaval da Ilha Terceira, no âmbito das taxas referentes aos direitos de autor.

Berta Cabral e António Ventura entendem que é necessário “preservar e valorizar o Carnaval da Ilha Terceira, enquanto fenómeno cultural que retrata uma tradição única no País”, explica António Ventura.

Os social democratas referem que as tradicionais Danças e Bailinhos de Carnaval da Ilha Terceira “se destacam pela sua originalidade e pela sua representatividade, sendo consideradas a maior manifestação de teatro popular de língua portuguesa realizada em todo o mundo”.

“Todos os anos, no Entrudo, são quase dois mil músicos e atores amadores a percorrer os salões das freguesias terceirenses, atraindo uma assistência global de dezenas de milhares de pessoas. Numa participação amadora a sem qualquer retorno financeiro”, frisa António Ventura.

O deputado do PSD lembra ainda que a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores “já aprovou, por unanimidade, uma recomendação para a inscrição das Danças e Bailinhos do Carnaval da Terceira como Património Cultural Imaterial de Portugal, facto mais do que justificado”.

Berta Cabral e António Ventura destacam igualmente “as dimensões históricas, culturais, sociais e turísticas das Danças e Bailinhos do Carnaval terceirense, sublinhando que a sua importância atual, e a salvaguarda do seu desenvolvimento, requerem um tratamento especial, uma vez que se trata de uma tradição especial”, concluem.

 

 

 

 

GI PSD/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/psd-propoe-excecao-para-os-direitos-de-autor-no-carnaval-da-terceira/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.