PSD defende reativação da Plataforma de Acompanhamento das relações na Cadeia Agroalimentar

O deputado do PSD/Açores, na Assembleia da República, denunciou hoje que a Plataforma de Acompanhamento das relações na Cadeia Agroalimentar (PARCA), que foi criada em 2011, nunca reuniu desde que o PS assumiu funções Governativas.

“A PARCA, nesta governação do PS, não tem substituto atual”, afirmou António Ventura após a audição à Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo (ANPROMIS), no âmbito do Grupo de Trabalho sobre o Leite, entendendo ser “uma perda lamentável para a evolução da informação sobre a transparência da formação dos preços ao longo da cadeia agroalimentar”.

Neste sentido, o parlamentar considera que “continuamos praticamente no ponto de partida no desejado conhecimento sobre a formação dos preços”, manifestando uma “total preocupação pelo facto do Governo estar indiferente aos contributos que a PARCA já deu ao setor do leite, designadamente os estudos realizados e que deviam estar a servir de base para novos patamares de transparência”.

O social democrata refere que “sem esta informação da PARCA é difícil legislar para uma intervenção que permita a existência de preços justos aos produtores”, recordando que “os produtores queixam-se dos baixos preços que recebem e os consumidores queixam-se dos altos preços que pagam, pelo que urge continuar com a obtenção da informação sobre a transparência na formação dos preços”.

Ventura menciona que é fundamental conhecer “o esmagamento das margens dos produtores e as posições dominantes na cadeia agroalimentar” e que só assim, “se pode melhorar a posição dos produtores na cadeia de valor”, apelando ao Governo que “reative a PARCA a bem do país e a bem do setor agroalimentar”.

A PARCA foi criada pelo Despacho nº 15480/2011 e tem como função a análise das relações entre os setores da produção, transformação e distribuição de produtos agrícolas, com vista ao fomento da equidade e do equilíbrio na cadeia alimentar.

António Ventura, recorda que “os Açores, onde se encontram metade dos produtores de leite do país estavam representados pela Federação Agrícola dos Açores através da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e que na Região não existe nenhuma entidade que se dedique ao conhecimento da formação dos preços desde o produtor ao consumidor”.

 

 

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/psd-defende-reativacao-da-plataforma-de-acompanhamento-das-relacoes-na-cadeia-agroalimentar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.