PS e PSD com diferentes visões sobre os investimentos na área ligada ao Mar na ilha do Faial

Os grupos parlamentares do PS e do PSD nos Açores apresentaram hoje diferentes visões sobre os investimentos levados a cabo pelo executivo regional na área ligada ao Mar, na ilha do Faial.

Os socialistas entendem que as valências e os investimentos em curso “qualificam o Faial de uma forma muito específica”, no que diz respeito à Economia Azul.

“Não há nenhum investimento – e era preciso fazê-lo e o sítio ideal para o fazer era exatamente na ilha do Faial – direcionado para a formação nas áreas relativas às atividades marítimas e o Faial vai ter essa escola”, afirmou André Bradford, no encerramento das jornadas parlamentares, referindo-se à construção da Escola do Mar.

O líder parlamentar realçou que em curso estão investimentos “que orçam os 20 milhões de euros”, o que demonstra a aposta que está a ser feita para “diferenciar e projetar o Faial”.

Já o PSD entende que obras mal feitas na ilha estão a condicionar as potencialidades da economia do mar, avançando como exemplo o novo cais do porto da Horta.

“Bem pode o Partido Socialista prometer a aposta na economia do mar na ilha do Faial quando, na verdade, isso não passa de discursos proclamatórios, pois a prática governativa contraria tudo isso com decisões erradas que comprometem algumas vertentes dessa aposta, com a construção de infraestruturas que já nascem atrofiadas, como é o caso do novo cais do porto da Horta”, afirmaram os deputados Carlos Ferreira Luís Garcia, acrescentando que, “desde o início deste ano e até ao dia 7 de abril, estiveram programadas para o porto da Horta oito escalas de navios de cruzeiro, e 50 por cento destas foram canceladas”.

Segundo os social democratas, “longe vão os tempos em que, mesmo com previsões adversas, os navios procuravam o porto da Horta para se abrigarem”, dado que atualmente os comandantes dos navios “preferem desviar as suas rotas para outros portos”.

“Supostamente na base dessas decisões está a orientação com que foi construído o novo cais, que em muito dificulta a realização das manobras”, frisaram.

Para os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial, os diversos cancelamentos de escalas de navios de cruzeiro “têm causado danos evidentes na vertente turística e na economia local, prejudicando seriamente os interesses e expetativas criadas com a escala de navios de cruzeiro de maior dimensão no Porto da Horta, sobretudo após um investimento de mais de 40 milhões de euros na construção de um novo cais”.

“A cada dia que passa vai-se comprovando, que [o novo cais] nasceu atrofiado e que não tem as condições necessárias para uma das valências para que foi inicialmente projetado: a de receção de grandes navios de cruzeiro”, disseram.

Nesse sentido, os parlamentares faialenses questionaram, em requerimento, o Governo regional sobre os motivos que “estiveram na base do cancelamento das escalas dos navios de cruzeiros, que ocorreram este ano, no porto da Horta”.

 

 

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/ps-e-psd-com-diferentes-visoes-sobre-os-investimentos-na-area-ligada-ao-mar-na-ilha-do-faial/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.