Promoção de estilos de vida saudáveis “são o novo paradigma” de intervenção na sociedade

Luís CabralO secretário regional da Saúde afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, que o projeto ‘Haja Saúde’ é o reflexo de um novo paradigma de intervenção na promoção de hábitos de vida saudáveis, considerando que será “certamente uma mais-valia para que os comportamentos sejam avaliados através daquilo que é a sua tendência”.

Luís Cabral, que falava, em representação do Presidente do Governo, na apresentação do projeto ‘Haja Saúde – Saúde Escolar’, que decorreu na Escola Básica e Secundária Tomás de Borba, frisou que estas iniciativas de aproximação à comunidade “não devem ter uma intervenção governamental direta, mas sim através de parcerias como esta, com outras entidades”.

O projeto ‘Haja Saúde’ é uma iniciativa da Casa do Povo de Santa Bárbara, na ilha Terceira, que visa a intervenção e promoção da saúde comunitária, tendo por base o Plano Regional de Saúde.

A iniciativa, que aposta fortemente nos cuidados de saúde primários, através do envolvimento dos cidadãos e dos seus grupos, pretende fomentar a promoção de estilos de vida saudáveis e minimizar os fatores de risco.

Nesse sentido, através de uma unidade móvel dotada de uma equipa multidisciplinar, composta por um psicólogo clínico, um enfermeiro e um animador cultural, o projeto arranca agora na Terceira, contribuindo para o fomento de uma cidadania em saúde, estando previsto que se estenda a toda a Região.

Serão promovidas ações em áreas como a promoção da saúde em contexto escolar, saúde infanto-juvenil, saúde da mulher, promoção da saúde oral, dependências, doenças crónicas e infeciosas, educação sexual, prevenção de acidentes de trabalho, prevenção da violência, prevenção rodoviária e promoção do envelhecimento ativo.

Na sua intervenção, Luís Cabral destacou as iniciativas deste projeto e a forma como se alargam a toda a comunidade, independentemente das idades, através de várias ações que estão previstas implementar em toda a Região.

O responsável pela pasta da Saúde salientou que o Governo dos Açores apoia esta iniciativa por acreditar que é um “ótimo contributo para que a literacia em saúde seja uma realidade para todos”, tendo contribuído com um apoio de 64 mil euros para a aquisição da unidade móvel que integra este projeto.

O governante destacou ainda o facto de esta iniciativa inserir “temáticas que estão perfeitamente enquadradas com a ação delineada no Plano Regional de Saúde”, o que “garante a qualidade deste projeto e o contributo que pretende ser na educação para a saúde a toda a população açoriana”.

 

 

 

 

GaCS/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/promocao-de-estilos-de-vida-saudaveis-sao-o-novo-paradigma-de-intervencao-na-sociedade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.