Projeto permite convívio e partilha de conhecimento à volta da arte de tricotar

tricôA MiratecArts tem liderado o Projeto Tricô na ilha do Pico nos últimos dois anos. Participantes de várias idades encontram-se regularmente durante o outono e inverno para ensinar, aprender, partilhar e conviver à volta da arte de tricotar.

Na primeira temporada, com a participação de mais de 50 pessoas das ilhas e até do estrangeiro, chegaram quadrados de malha que depois foram ligados para dar vida ao Polvo Tricrochet, uma peça gigante que faz parte do Roteiro de Arte Pública na Madalena e fica ao ar-livre num pé-de-galo na entrada da doca da vila. Durante o Inverno esta peça repoisa na sede da associação para que os mares bravos não a levem até outras paragens.

Muitos quadrados de malha não tinham sido utilizados na peça e surgiu a ideia de criar uma manta apresentando os vários estilos e pontos de tricotar. Esta manta vai para exposições e já foi vista por vários jardins e até na Câmara da Madalena. Agora está prevista a ser exposta na Casa da Montanha durante o Montanha Pico Festival em janeiro. Na segunda temporada do projeto, uma coberta para o pódio de apresentações da associação foi criado de vários tons verdes, as cores da MiratecArts. As participantes da ilha do Pico também criaram um livro mostra criativo para apresentar vários trabalhos e formas de tricotar.

A equipa regular de seis mulheres da ilha estão dispostas a voltar para uma terceira temporada e convidam todas as pessoas que desejam para se juntar ao Projeto Tricô. A temporada vai começar na segunda-feira 7 de novembro pelas 20h30 na sala da MiratecArts no Estádio Municipal da Madalena. Homens também são bem vindos. Participantes vão traçar o plano de atividades, para a nova temporada, durante este primeiro dia de encontro.

De acordo com o dicionário, tricô é “uma técnica para entrelaçar o fio, de lã ou outra fibra têxtil, de forma organizada, criando-se assim um pano que, por suas características de textura e elasticidade, é chamado de malha de tricô ou simplesmente tricô.” Por isso, o Projeto Tricô aceita as mais criativas ideias e acolhe participantes que apenas desejam aprender algo de novo ou conviver num ambiente confortável – “só nos falta a lareira,” diz uma das participantes.

MiratecArts abraça e desenvolve projetos culturais artísticos que os associados e participantes desejam avançar. Propostas para o Azores Fringe, o maior festival de artes nos Açores, que acontece em junho, estão a ser aceites até 1 de janeiro.

 

 

 

 

Foto: MiratecArts

MiratecArts/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/projeto-permite-convivio-e-partilha-de-conhecimento-a-volta-da-arte-de-tricotar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.