PPM desmente Governo Regional e acusa o executivo de “gastar dinheiro em propaganda”

A representação parlamentar do PPM/Açores desmentiu hoje o Governo Regional sobre as razões apresentadas para o aumento de despesa do Gabinete de apoio à Comunicação Social (GaCS) e acusou o executivo de “gastar dinheiro em propaganda”.

Em reação à resposta do Governo dos Açores a um requerimento por si apresentado, o deputado Paulo Estêvão considera a explicação do aumento de despesa com a reposição dos cortes salariais “manifestamente falsa”, uma vez que em 2009 não se registaram cortes salariais.

O parlamentar realça ainda que “pelo contrário, o Governo da República do Eng.º Sócrates procedeu, com efeito nesse ano, ao maior aumento da função pública registado desde o ano 2001”.

O PPM acrescenta que “está em condições de avançar com outra despesa verificada na área das assessorias de comunicação e imagem da presidência e das diversas secretarias do Governo Regional”.

“De acordo com a informação disponibilizada no Jornal Oficial e feitas as contas, a despesa com estas assessorias é de cerca de meio milhão de euros”, refere, salientando que “este Governo Regional gasta mais de um milhão de euros na área da comunicação social (que resulta da soma das despesas do GaCS e das assessorias do Governo Regional), sem contar com as assessorias instaladas no sector público empresarial regional”.

A Representação Parlamentar do PPM recomenda ao Governo Regional que “reconsidere e pare este progressivo e desproporcionado aumento das despesas com a informação governamental”.

“Governar representa muito mais que construir um gigantesco aparelho de propaganda”, conclui o deputado açoriano.

 

 

 

 

GI PPM/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/ppm-desmente-governo-regional-e-acusa-o-executivo-de-gastar-dinheiro-em-propaganda/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.