PPM acusa Vasco Cordeiro e o PS de “lavarem as mãos” sobre as atitudes de Roberto Silva

A representação parlamentar do PPM/Açores acusou hoje o PS/Açores e o seu presidente de “lavarem as mãos” sobre as atitudes de Roberto Silva, enquanto presidente do município das Lajes do Pico, anunciando a apresentação de um Voto de Protesto no Parlamento açoriano.

“A tomada de posição do PS/Açores é tão antiga como a de Pilatos. O PS/Açores e Vasco Cordeiro têm de fazer algo mais que lavar as mãos neste assunto”, refere Paulo Estêvão em comunicado, sublinhando que sem um pedido público de desculpas por parte de Roberto Silva, a representação parlamentar do PPM “não vê que existam condições políticas para que o PS/Açores possa manter a confiança política no presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico”.

No entender do deputado monárquico, “não basta ao PS/Açores refugiar-se numa condenação política de âmbito meramente local”.

“O PS/Açores e o seu Presidente, Vasco Cordeiro, têm de exigir um pedido de desculpas imediato por parte do autarca que exerce funções políticas nas suas filas e em seu nome. Este não pode permanecer no silêncio cómodo de quem espera que a borrasca passe e o assunto caia no esquecimento. Tem de retratar-se ou ser obrigado a isso por parte do partido que o apoia e o sustenta politicamente”, salienta.

Paulo Estêvão exige, ainda, que Vasco Cordeiro garanta que nunca mais um cidadão ou uma organização da sociedade civil será prejudicado, nesta Região, devido à sua orientação sexual ou às posições políticas e cívicas de carácter crítico que porventura tenham tomado em relação a este ou qualquer outro executivo municipal.

“Os projetos devem ser analisados no âmbito do respetivo quadro legal, dos recursos disponíveis, do contexto organizativo e logístico, das prioridades estabelecidas e da qualidade e interesse objetivo das mesmas. A homofobia e a repressão das vozes críticas não podem ser critérios de coisa nenhuma”, sustenta o parlamentar.

No comunicado de imprensa remetido a este jornal, a representação parlamentar do PPM anuncia que apresentará um Voto de Protesto, a propósito do comportamento homofóbico do presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico no âmbito do desempenho das suas funções públicas, na próxima reunião plenária do Parlamento dos Açores.

 

 

Foto: CMLP

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/ppm-acusa-vasco-cordeiro-e-o-ps-de-lavarem-as-maos-sobre-as-atitudes-de-roberto-silva/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.