PCP defende mecanismos de compensação por indisponibilidade de transporte de carga aérea

A representação parlamentar do PCP, na Assembleia Legislativa dos Açores, questionou hoje o Governo Regional sobre a criação de mecanismos para compensar os prejuízos sofridos em resultado da indisponibilidade de transporte de carga aérea.

Esta questão surgiu no seguimento da indisponibilidade de carga aérea, registada no dia de ontem, que impedio o escoamento de pescado, da ilha das Flores.

Em requerimento, João Corvelo lembra que esta situação, que se repete pela segunda vez nos espaço de dois meses, tornou-se infelizmente recorrente, e critica a “falta de vontade política para resolver este problema”.

O deputado considera que estes problemas resultam, no plano político, de opções centralizadoras tomadas pelo Governo Regional e, no plano prático, pela opção da SATA de utilizar aeronaves com menor capacidade de carga em muitas das ligações com a ilha das Flores.

“Seria possível minorar estas dificuldades dos pescadores da ilha das Flores, introduzindo alterações na planificação dos voos da SATA, utilizando o Dash Q-400 com mais frequência nas ligações de e para a ilha das Flores, ampliando a disponibilidade de carga aérea”, refere, criticando a “forma displicente como o Governo Regional encara as ilhas mais pequenas e como considera os pescadores florentinos como pescadores de segunda, para os quais não é necessário encontrar respostas”.

O parlamentar comunista quer saber se o Governo Regional está disponível para rever o planeamento de voos interilhas da SATA para o corrente inverno, de forma a utilizar com mais frequência o Dash Q-400 nas ligações de e para a ilha das Flores, ampliando a oferta de carga aérea e ainda se pondera o Governo Regional criar mecanismos para compensar os prejuízos sofridos pelos pescadores, em resultado da indisponibilidade de transporte aéreo para a sua produção.

 

 

 

 

GI CDU/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/pcp-defende-mecanismos-de-compensacao-por-indisponibilidade-de-transporte-de-carga-aerea/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.