Património ambiental valoriza a qualidade de vida e a atratividade turística

AvesO presidente da autarquia praiense considerou hoje que a aposta no ambiente sustentável constitui um pilar fundamental na promoção da qualidade de vida e potenciação turística do Concelho, contribuindo para o desenvolvimento socioeconómico local.

Roberto Monteiro intervinha no âmbito da inauguração do Centro de Interpretação Ambiental da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória, localizado no Paul da Pedreira do Cabo da Praia, que decorreu esta manhã.

“A natureza desempenha um papel preponderante na qualidade de vida e bem-estar da população, possuindo recursos essenciais à vida humana, e na promoção turística do nosso Concelho, tendo em conta o grande número de turistas que apreciam a realização de atividades de caráter ambiental. Deste modo, o Município definiu, desde 2005, a sustentabilidade do meio ambiente como uma das suas grandes prioridades”, destacou o edil praiense.

“No âmbito da dinamização ambiental, a Autarquia efetuou diversos investimentos, dos quais destaco a recuperação dos pauis da Praia da Vitória, do Belo Jardim e da Pedreira do Cabo da Praia e a criação de diversos espaços verdes. Foram também concretizadas várias ações de sensibilização ambiental, no sentido de consciencializar os mais novos e a comunidade para a importância da proteção da natureza”, referiu.

“Além destas iniciativas, gostaria de realçar o trabalho realizado pela empresa municipal Praia Ambiente na componente de reciclagem, que tem apresentado resultados muito positivos, pois ocupamos o primeiro lugar a nível nacional de reciclagem per capita, o que muito nos orgulha”, evidenciou.

Na ocasião, o responsável municipal mencionou a importância da infraestrutura verde húmida da Praia da Vitória na prática de turismo ornitológico.

“A observação de aves encontra-se em ascensão no mundo inteiro e os nossos pauis dispõem de condições de excelência para a prática desta atividade, sendo visitados por espécies provenientes dos continentes europeu e norte-americano. Neste sentido, este Centro de Interpretação Ambiental, que hoje inauguramos, contribuirá para apoiar todos os amantes do turismo ornitológico”, disse.

“Esta infraestrutura também funcionará como um centro de educação ambiental a fim de incutir na população residente hábitos que visem a preservação do meio ambiente. Nós temos a missão de investir e recuperar estes espaços e as novas gerações têm a responsabilidade de os potenciar”, acrescentou.

O autarca agradeceu ao Governo Regional dos Açores o apoio prestado na concretização de investimentos que dinamizem o património natural do concelho da Praia da Vitória.

“Esta cooperação existente entre a Autarquia e o Governo Regional permite-nos aumentar a projeção do nosso Concelho, tornando-o uma referência ao nível da sustentabilidade ambiental. Espero que continuemos a realizar novos investimentos juntos, pois a natureza é um dos grandes pilares do futuro dos Açores”, realçou.

Segundo Luís Neto Viveiros, secretário regional da Agricultura e Ambiente, “as zonas húmidas exercem um papel fulcral na prevenção de cheias e derrocadas, na regulação dos recursos hídricos e na mitigação das alterações climáticas, possuindo um enorme valor económico, científico, cultural e paisagístico”.

“A abertura desta infraestrutura vem reforçar a valorização ambiental da Região e aumentar o fluxo turístico, potenciando o crescimento económico dos Açores”, referenciou.

“O Governo Regional tem apostado numa política de educação ambiental para o desenvolvimento sustentável, reunindo 16 centros de interpretação ambiental nas diversas ilhas dos Açores. Este ano, esta rede será alargada com a abertura da Casa dos Fósseis, na ilha de Santa Maria, e do Centro Interpretativo do Ananás, em São Miguel”, concluiu.

 

 

 

Foto: CMPV

GP CMPV/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/patrimonio-ambiental-valoriza-a-qualidade-de-vida-e-a-atratividade-turistica/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.