PAN defende “maior transparência” sobre o destino do lixo no Faial

O Partido Animais Natureza (PAN) quer uma maior transparência sobre o destino dos resíduos na ilha do Faial, entendendo que deve existir uma divulgação, por parte da Câmara Municipal da Horta, na sua página de Internet, de dados estatísticos atualizados sobre os resíduos recolhidos.

“Após uma auscultação popular verificamos que existem muitas dúvidas. Os faialenses apesar de fazerem a separação dos diferentes resíduos recicláveis, colocando-os nos respetivos ecopontos, duvidam se o seu destino final está assegurado”, referem em comunicado.

No documento, o PAN entende que o município, entidade responsável pela gestão dos resíduos sólidos urbanos (RSU) no concelho, deve disponibilizar alguma informação útil, sobre o melhor encaminhamento a dar aos resíduos que o munícipe faialense produz e a forma como os mesmos estão a ser tratados ou encaminhados pelo município.

“Pretendemos assim aumentar a transparência da informação prestada com dados mensais — atualmente só apresentam dados anuais — sobre os diferentes RSU produzidos e recolhidos. Consideramos igualmente importante dados sobre resíduos depositados sobre o solo ou no seu interior, por exemplo, em aterro”, salientam, acrescentando que é de interesse “divulgar as atuais parcerias e operadores licenciados para resíduos de fluxos especiais, existentes no concelho”.

No entendimento do PAN, “é importante que a população sinta que os seus esforços de colaboração para a correta gestão do sistema surtem efeitos, pelo que se dá igualmente importância à comunicação dos resultados obtidos, com especial destaque para o posicionamento do concelho ao nível do cumprimento das metas e objetivos aplicáveis”.

“A comunicação dos resultados obtidos, irá permitir aos faialenses a percepção que o seu esforço permitiu atingir-se os objetivos definidos”, destacam, defendendo a elaboração de campanhas de educação e sensibilização com o objetivo de esclarecer e informar a população sobre o modo como devem proceder para a correta deposição dos seus resíduos, optimizar a gestão dos RSU e travar a tendência crescente da sua produção.

Segundo o PAN, “a quantidade de lixo e outras coisas que deixamos diariamente é preocupante, por isso o objetivo de reciclar é reaproveitarmos os materiais utilizados por nós”.

“Os benefícios da reciclagem são muitos tais como a economia de energia, uma maior preservação dos recursos naturais, a diminuição do lixo aterrado, a diminuição dos impactos ambientais entre outros”, realçam.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

PAN Faial/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/pan-defende-maior-transparencia-sobre-o-destino-do-lixo-no-faial/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.