ORAA2019: CDS-PP considera “embuste” Plano de Investimentos para a Terceira

A Comissão Política de Ilha do CDS-PP na Terceira considerou hoje “um embuste” o Plano de Investimentos públicos para 2019, incluído no Orçamento da Região Autónoma dos Açores (ORAA), no que à ilha diz respeito.

“Do ponto de vista quantitativo, o Plano é um embuste para Terceira. É vergonhoso que, dos 163 milhões de euros anunciados para investimentos na Terceira, na prática, o valor dos investimentos exclusivos seja inferior a 40 milhões de euros”, refere a estrutura liderada por Nuno Melo Alves, acrescentando ser “ainda mais lamentável que os referidos 40 milhões estejam empolados por despesas de financiamento — 11.706.455 euros para pagar a prestação de 2019 referente Hospital da Santo Espírito da Ilha Terceira — e por despesas de funcionamento da aerogare civil das Lajes — € 1.890.000 euros.

O CDS Terceira lamenta ainda que “se insista em inscrever no Plano Anual Regional investimentos que estão adiados, como as obras da rampa roll-on/roll-off no Porto das Pipas (investimento de €2.916.333), dado que o Governo regional não tenciona retomar as ligações entre o Porto das Pipas e outras ilhas enquanto não tiver um navio para substituir o ‘Mestre Simão'”.

“Bem esmiuçado, e expurgado de obras que não serão executadas, bem como de verbas referentes a gestão
corrente e ao pagamento de investimentos já feitos, o Plano para 2019 prevê, na melhor das hipóteses, 20
milhões de euros de investimento direto e exclusivo na Terceira, o que corresponde a cerca de 3% do total dos 763 milhões de euros previstos para a Região”, constatam os centristas terceirenses.

A estrutura de ilha dos populares na Terceira lamenta, igualmente, que, “em termos qualitativos, não estejam previstas as alterações necessárias às políticas regionais que poderiam ter impacto positivo na economia da Terceira”.

“O CDS Terceira lamenta que continue a faltar o investimento em equipamentos para o Porto da Praia da Vitória e que o Governo regional não preveja nenhuma verba para estimular a instalação de GNL naquela infraestrutura, medida que foi anunciada pelo Governo da República. No que respeita a investimentos no turismo, é de lamentar que o cais de cruzeiros, agora prometido para a Praia da Vitória e há muito reivindicado pelo CDS, continue esquecido e não conste na anteproposta do Plano para 2019”, sublinham.

No setor do transportes marítimo, a CPI do CDS-PP na Terceira “não vislumbra alterações”, entre a Terceira e o Continente, nem nas ligações entre a Terceira e as outras ilhas, “continuando as cargas destinadas a esta ilha a terem que passar por outra ilha, tal como acontece com o desalfandegamento postal”.

“Em relação aos transportes aéreos, é preocupante que o Governo socialista não fomente o aumento das
ligações aéreas de passageiros com a Terceira, nem tão pouco apresente uma solução credível para o transporte aéreo de cargas entre a Terceira e o Continente, situação que prejudica o abastecimento de bens à ilha e as exportações de produtos perecíveis, com elevados prejuízos para a economia terceirense”, criticam, realçando que  a anteproposta do Plano Anual Regional para 2019 “não inverte tendências” nem serve para “relançar o desenvolvimento económico e social da Terceira”.

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/oraa2019-cds-pp-considera-embuste-plano-de-investimentos-para-a-terceira/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.