Oposição municipal defende “postura mais dinâmica” na defesa de Angra do Heroísmo

Os eleitos do PSD/Açores na autarquia de Angra do Heroísmo defenderam hoje “uma postura mais dinâmica, mais enérgica, na defesa do concelho e da ilha Terceira”, lamentando que essa não seja “a linha de atuação” do atual executivo municipal.

Criticando “a ausência de tomadas de posição, por parte da autarquia, no que diz respeito a questões estratégicas para o desenvolvimento do concelho”, Marcos Couto e Miguel Bezerra dão os exemplos da rampa Ro-Ro, no Porto das Pipas, e do Centro de Radioterapia, “projetos que tardam em avançar”, e, também, da redução de ligações da TAP e da SATA para a ilha, bem como, a questão da Delta Airlines.

Sobre os documentos prevesionais do município, os vereadores da oposição referem que apresentaram uma “postura positiva face ao atual elenco camarário, intervindo, denunciando e, acima de tudo, propondo soluções”.

“Isso já está a acontecer, também na transmissão daquilo que foram as nossas propostas ao eleitorado, sendo que algumas delas passaram a fazer parte do orçamento do município para 2018”, explicaram Marcos Couto e Miguel Bezerra.

Sobre o documento, recentemente aprovado, “e que resultou da escolha feita pelos angrenses em outubro, quando reconduziram o atual elenco camarário”, os autarcas do PSD lembram que o voto favorável que exerceram “foi a postura que nos pareceu mais correta e mais positiva, pois fizemos propostas e sugerimos novas ideias”.

Os eleitos social democratas referem que o atual elenco camarário “mostrou abertura para essas propostas, incluindo no orçamento projetos relacionados com o empreendedorismo social e a agricultura, assim como intervenções diretas em diversas freguesias. Isso levou a que votássemos favoravelmente o orçamento”.

 

 

 

 

GI PSD/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/oposicao-municipal-defende-postura-mais-dinamica-na-defesa-de-angra-do-heroismo/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.