Número de desempregados inscritos volta a descer nos Açores

Sérgio-Ávila-Vice-Presidente-Governo-Regional-35-horas-semanais-620x330O vice-presidente do Governo dos Açores destacou o facto de o número de desempregados inscritos nos Centros de Emprego regionais em junho ser o mais baixo dos últimos 44 meses e menos 6,8 por cento do que no mês homólogo do ano passado.

Sérgio Ávila, que comentava os números agora divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, do Governo da República, salientou que a aposta “na trajetória de redução progressiva e sustentada do desemprego” empreendida pelo Governo dos Açores tem resultado.

Esta trajetória, segundo o vice-presidente, demonstra que as opções tomadas são corretas e que “todas as medidas ativas de emprego incrementadas têm vindo a dar resultados”.

“O número de desempregados hoje, nos Açores, é o mais baixo desta legislatura e o valor mais baixo dos últimos 44 meses”, frisou.

“Para a concretização destes resultados, muito tem contribuído a dinamização da oferta de emprego”, salientou Sérgio Ávila, apontando como exemplo a comparação da oferta de emprego entre os meses homólogos em análise (junho de 2015 e junho de 2016), em que o crescimento foi de 116%.

O vice-presidente destacou ainda o facto de tanto o crescimento da oferta de emprego, como a redução de desempregados inscritos, serem mais positivos nos Açores do que a média nacional, no mesmo período.

“Estes dados dão-nos confiança para prosseguir o caminho traçado de criação de emprego”, afirmou Sérgio Ávila, acrescentando que são também uma fonte de “mais energia, mais convicção e mais força” para proporcionar aos que ainda estão desempregados “uma solução, um emprego”, como milhares de Açorianos “têm vindo a encontrar trabalho, nos últimos tempos, nos Açores”.

 

 

 

GaCS/+central

 

1 comentário

  1. Só se for para os que possuem cartão partidário rosa. Eu já me encontro no desemprego desde 2015, sem dar despesa ao erário público, uma vez que não usufruo de qualquer tipo de subsídio de desemprego, estando apenas inscrito numa Agência de Emprego. Por sinal, e sem querer considerar-me elitista, até tenho doutoramento. Cumprimentos

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.