Navio `Mestre Simão´ pára três meses para certificação obrigatória

A Atlânticoline informou hoje que o ferry “Mestre Simão” estará, entre 9 de outubro e 31 de dezembro, em doca seca, no continente português, a cumprir o período de docagem obrigatório para efeitos de certificação pela Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos.

Durante esse período, serão asseguradas todas as viagens previstas, com algumas alterações.

Nesse sentido, os horários sofrerão alterações e o transporte de viaturas ficará impossibilitado em algumas viagens, tanto
na Linha Verde como na Linha Azul, sendo que foram feitas todas as diligências no sentido de otimizar o mais possível a utilização do “Gilberto Mariano” durante este período.

Durante a semana, todas as viagens da Linha Verde, que liga Faial, Pico e São Jorge, serão feitas com o ferry. A viagem matinal sairá da Horta às 09h00.

As viagens da tarde mantêm o seu horário, sendo que na segunda e sexta-feira serão feitas escalas adicionais na Madalena. A viagem de sábado na Linha Verde será feita com o “Cruzeiro do Canal”, enquanto que a viagem de domingo volta a ser feita com o ferry, prevendo-se escalas adicionais na Madalena.

Na Linha Azul (Horta/Madalena), a primeira viagem do dia durante a semana será feita com o ferry. Além disso, a viagem que habitualmente saía da Horta às 13h15 passará a sair às 14h15, permitindo desta forma ser sempre operada com o ferry.

As restantes viagens serão realizadas com o “Cruzeiro do Canal”, à exceção de terça e quinta-feira, dias em que o ferry fará também a viagem das 17h15/18h00.

No sábado todas as viagens serão feitas com o ferry, assim como as três primeiras viagens do dia de domingo. Ao domingo, a viagem das 17h15/18h00 será feita com o “Cruzeiro do Canal”.

A partir de 29 de outubro, o horário voltará a sofrer ligeiras alterações, de modo a garantir a intermodalidade com o transporte aéreo, na sequência da chegada do Inverno IATA, mantendo-se, todavia, a lógica de articulação do ferry e do “Cruzeiro do Canal”.

Depois do “Mestre Simão” regressar aos Açores, será a vez do “Gilberto Mariano” cumprir o seu período de docagem.

A Atlânticoline lamenta quaisquer inconvenientes que esta situação possa causar aos passageiros, solicitando a sua compreensão para o facto destes procedimentos serem obrigatórios e absolutamente necessários para garantir todos os requisitos de segurança exigíveis neste tipo de embarcações.

HORÁRIOS:

 

 

Foto: Direitos Reservados

Atlânticoline/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/navio-mestre-simao-para-tres-meses-para-certificacao-obrigatoria/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.