Município da Praia da Vitória refuta acusações de atrasos sobre o Fundo Social Municipal

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória refutou hoje as acusações da falta de solicitação do reforço das transferências da República para o Fundo Social Municipal do concelho, enunciadas ontem, no parlamento, pelo secretário de estado das Autarquias Locais.

Em comunicado, Tibério Dinis recorda que, “a 28 de outubro de 2014, aquando da visita do então Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, à ilha Terceira, foi entregue memorando pelo presidente da Câmara Municipal, que referenciava, entre outros assuntos estratégicos para a Praia da Vitória, «um reforço nas transferências do Fundo Social Municipal para o Município da Praia da Vitória, sendo as verbas aplicadas em programas e políticas de apoio ao emprego e ao empreendedorismo», acrescentando que o mesmo foi feito, “a 8 de abril de 2016, em reunião mantida entre o presidente da Câmara Municipal e o então Ministro-adjunto, Eduardo Cabrita”, tendo sido entregue novo memorando onde se lia entre outras medidas “Reforçar as transferências do Fundo Social Municipal para o Município da Praia da Vitória, a serem direcionadas para programas de apoio social, formação profissional e promoção do emprego”.

O autarca refere ainda que hoje, foi remetido, uma vez mais, por ofício dirigido ao Primeiro-Ministro, ambos os memorandos – de 28 de outubro de 2014 e de 8 de abril de 2016 -, reforçando e reafirmando uma vez mais as reivindicações da Praia da Vitória.

 

 

 

 

GC CMPV/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/municipio-da-praia-da-vitoria-refuta-acusacoes-de-atrasos-sobre-o-fundo-social-municipal/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.