Incidente com grua implica inoperacionalidade do porto da Calheta em São Jorge

A empresa Portos dos Açores, S.A., informou hoje que um incidente com a grua de grande dimensão de apoio à obra de construção da rampa para navios Ro-Ro e ferry no porto da Calheta, na ilha de São Jorge, vai implicar que o cais comercial fique inoperacional até que o equipamento seja reposicionado e reparado.

Em comunicado, a empresa gestora dos portos comerciais na Região, refere que no tombo da grua contra o muro-cortina do cais exterior não se registaram danos pessoais, nem aparentemente na infraestrutura portuária, prevendo que esta situação se encontre ultrapassada no espaço de duas semanas.

Mais informa que, neste período,o movimento de navios de tráfego local e outras embarcações que utilizam o cais comercial deve ser redirecionado para o porto das Velas.

A frota de pesca local e a das atividades marítimo-turísticas não serão afetadas nas suas operações, pois utilizam o cais antigo do porto da Calheta, onde se situam os equipamentos de alagem de embarcações de pequena tonelagem.

A Portos dos Açores refere, ainda, que o empreiteiro já está a diligenciar a reposição e reparação da grua, o que está a ser devidamente acompanhado pela administração portuária.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

Portos dos Açores/+central

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.