Graça Silveira quer alterar sistema de estacionamento e criar uma Polícia Municipal

A candidata do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo defendeu, esta quinta-feira, a construção de novos parques de estacionamento “no centro e na periferia do centro de Angra”, alterações ao sistema de estacionamento tarifado, a criação de um corpo de Polícia Municipal e mudanças de trânsito na cidade para a tornar “mais atrativa, fácil de chegar e fácil de ficar”.

Após reunir com várias entidades e ouvir diversas personalidades sobre as matérias em causa, Graça Silveira esteve, acompanhada por elementos da sua lista, na Praça Velha, para dar a conhecer as soluções que preconiza para as matérias de trânsito e estacionamento na cidade.

Assim, a candidata popular comprometeu-se a “fazer alterações que tornem Angra uma cidade atrativa, fácil de chegar e fácil de ficar, no sentido de facilitar o acesso a quem trabalha, bem como evitar perdas de tempo e incómodos que afastem as pessoas do comércio local”.

“Mesmo com o sistema de estacionamento tarifado continua a ser impossível encontrar lugar no centro de Angra para estacionar, por vezes, mesmo à noite quando se promovem eventos pontuais de dinamização do centro histórico. Neste sentido importa, urgentemente, criar mais locais de estacionamento no centro da Cidade e na periferia do centro histórico”, defendendo a criação de um parque com vários pisos no Cerrado do Bailão (na zona do palco); a criação de um novo parque nos terrenos do Seminário de Angra (sendo a primeira hora gratuita) e a criação de um “mega parque completamente gratuito” nos terrenos junto ao Jardim e por detrás do futuro Centro Interpretativo de Angra.

Por outro lado, prosseguiu, “o atual parque de estacionamento do Largo Prior do Crato deve ser convertido num sistema de estacionamento de curta duração onde os primeiros 30 minutos são grátis, agravando-se progressivamente a tarifa de estacionamento, de forma a garantir a rotatividade”.

Com esta solução, o CDS-PP pretende “rever profundamente o atual sistema de estacionamento tarifado na cidade”, acabando com a verdadeira “perseguição atualmente realizada aos munícipes e turistas”.

O CDS-PP entende, também, “que o contrato realizado pela Câmara Municipal deve ser resolvido, sendo, em alternativa, criado um corpo de Polícia Municipal a quem competirá as funções de fiscalização também do estacionamento no centro da Cidade”.

Ao nível das alterações de trânsito, Graça Silveira diz que o CDS-PP defende “a reabertura da Praça Velha à circulação, com proibição total de estacionamento à porta dos Paços do Concelho”, a Rua Direita “volta ao sentido Páteo de Alfândega – Praça Velha”, bem como a Rua de Santo Espírito “volta ao sentido Rua do Galo – Páteo de Alfândega”.

Outra alteração defendida, com o sentido de libertar a Praça Almeida Garrett dos grandes constrangimentos das chamadas horas de ponta, a Rua da Conceição, “no troço compreendido entre a Rua do Galo e o Santuário de Nossa Senhora da Conceição, passa a ter proibição de estacionamento e volta a dar nos dois sentidos, facilitando a vida a quem quer vir da zona do Corpo Santo para o centro da Cidade”.

Graça Silveira afirmou, por fim, que só depois de construídos os novos parques de estacionamento “devem ser consideradas outras alterações ao trânsito em Angra”.

 

 

 

 

Foto: CDS-PP Açores

GI CDS-PP/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/graca-silveira-quer-alterar-sistema-de-estacionamento-e-criar-uma-policia-municipal/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.