Governo dos Açores debateu com UGT proposta de Conselho Económico e Social na região

O presidente do Governo Regional dos Açores recebeu em Ponta Delgada o secretário-geral da UGT, tendo abordado, entre outros temas, a proposta de transformação do Conselho de Concertação Estratégica da região em Conselho Económico e Social.

A proposta foi enviada pelo Governo da região ao parlamento, lembrou o líder do executivo, e aguarda agora o avançar do “processo”, concretizou Vasco Cordeiro, que falava aos jornalistas no final da reunião realizada no palácio do Governo com o líder da UGT, Carlos Silva.

A ideia passa por transformar o Conselho Regional de Concertação Estratégica – que integra, por exemplo, representantes dos trabalhadores, empregadores, setores das pescas e da agricultura ou autarquias – num órgão mais amplo, tendo sido escutados antes da proposta parceiros sociais da região, casos da Federação Agrícola dos Açores, a Câmara do Comércio e Indústria dos Açores e a própria UGT.

Vasco Cordeiro salientou após o encontro com Carlos Silva a descida da taxa de desemprego nos Açores, lembrando agora a taxa “bem abaixo dos 9%, de 8,3%, no último trimestre de 2017”, por comparação com os cerca de 18% do começo de 2014.

“Para quem ainda está desempregado, o facto de se ter reduzido 50% a taxa de desemprego não diz muito ou não diz nada”, reconheceu o governante, comprometendo-se em prosseguir o trajeto, por via da aplicação de políticas públicas de diminuição do desemprego.

Já Carlos Silva declarou ter querido escutar da parte do líder do executivo açoriano palavras sobre a situação económica e social dos Açores, na véspera de um seminário organizado pela delegação da UGT no arquipélago e dedicado ao “Crescimento e emprego: perspetivas de desenvolvimento económico e social dos Açores”.

 

 

 

 

Foto: JAR

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/governo-dos-acores-debateu-com-ugt-proposta-de-conselho-economico-e-social-na-regiao/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.