Governo anuncia reforço de meios humanos no setor da saúde no Faial

J Edgardo Vieira

O presidente do Governo dos Açores anunciou ontem o “reforço significativo” de recursos humanos nos serviços afetos à saúde na ilha do Faial, no âmbito da estratégia regional da Rede Regional de Saúde.

“É com base neste objetivo que posso anunciar que, no âmbito da abertura de vagas que promovemos em 2018 na Região, o Hospital da Horta vai receber, em breve, mais 40 enfermeiros, assistentes técnicos e operacionais, um reforço significativo de recursos humanos que se juntará aos mais de 500 profissionais que aqui prestam serviço”, adiantou Vasco Cordeiro, na cerimónia de lançamento da primeira da segunda fase da remodelação do Hospital da Horta e da construção do novo edifício da Unidade de Saúde de Ilha do Faial.

Segundo o chefe do executivo açoriano, “é evidente a nossa determinação em garantir melhores condições físicas no Serviço Regional de Saúde”, sendo “também claro o esforço que temos desenvolvido para o dotar dos meios humanos necessários a cumprir a sua função com cada vez mais celeridade e cada vez mais competência”.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro salientou, por outro lado, o esforço feito ao nível dos recursos humanos para tornar o Serviço Regional de Saúde cada vez mais acessível e capaz de responder às novas exigências, “enquanto pedra basilar de toda esta estrutura espalhada pelos nossas nove ilhas e 19 concelhos”.

“São cerca de 5.000 profissionais que, diariamente, contribuem para dar corpo e expressão prática a um Serviço Regional de Saúde que, apesar dos desafios que vai ter sempre de vencer, tem mostrado estar à altura da cada vez maior exigência com que tem estado confrontado ao longo do tempo” afirmou.

De acordo com Vasco Cordeiro, é a estes profissionais que se deve, em primeiro lugar, a capacidade do Serviço Regional de Saúde de passar de cerca de 605 mil consultas em 2012 para mais de 800 mil em 2017, um aumento de mais de 32 por cento.

São estes profissionais que mostraram, também, um elevado “nível de dedicação e profissionalismo que permitiu que, das cerca de 14 mil cirurgias realizadas em 2012, passássemos para mais de 25 mil em 2017, o que representa um acréscimo superior a 75 por cento apenas neste espaço de tempo”, disse o presidente do Governo.

+central

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/governo-anuncia-reforco-de-meios-humanos-no-setor-da-saude-no-faial/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.