Frederico Cardigos representa os Açores na Comissão Instaladora do Observatório do Atlântico

A Comissão Instaladora do Observatório do Atlântico vai reunir pela primeira vez a 16 de março, em Lisboa, num encontro em que os Açores se farão representar por Frederico Cardigos.

Durante esta reunião serão discutidos, entre outros assuntos, a calendarização de plano de trabalhos e o alinhamento com iniciativas complementares ao Observatório do Atlântico.

Esta comissão tem como missão definir as medidas necessárias à criação e operacionalização do Observatório do Atlântico, bem como a apresentação da estimativa dos encargos necessários à instalação e ao funcionamento desta infraestrutura, que será instalada na cidade da Horta.

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia salientou as “mais valias” do Observatório do Atlântico para os Açores no que respeita à investigação, monitorização, proteção e exploração sustentável dos recursos do Oceano Atlântico e do mar profundo.

Segundo Gui Menezes, esta infraestrutura poderá ser “uma alavanca muito importante” para o desenvolvimento da economia do mar e da investigação marinha nos Açores.

O Observatório do Atlântico poderá representar “uma oportunidade para um novo impulso na investigação marinha com impacto internacional”, afirmou Gui Menezes, acrescentando que deverá contar “com o envolvimento de centros de investigação regionais, nacionais e internacionais”.

A resolução para a criação da Comissão Instaladora do Observatório do Atlântico foi publicada a 24 de novembro de 2017, em Diário da República, tendo o despacho da nomeação do representante dos Açores nesta comissão sido publicado, em Jornal Oficial, a 24 de janeiro de 2018.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

GaCS/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/frederico-cardigos-representa-os-acores-na-comissao-instaladora-do-observatorio-do-atlantico/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.