Festas da Praia 2017 ultrapassaram em mais de 400 mil euros orçamento de despesa

A contabilidade da edição de 2017 das Festas da Praia, na Praia da Vitória, revela que o orçamento previsto de despesa foi ultrapassado em mais de 400 mil euros em relação ao anunciado, tendo resultado num saldo negativo superior a 63 mil euros.

De acordo com as contas remetidas pela Cooperativa Praia Cultural, a despesa referente a 2017 ascendeu a 1.167.575,56 euros, enquanto a receita contabilizou 1.104.503,46 euros, verificando-se um saldo negativo de 63.072,01 euros. Recorde-se que o orçamento apresentado, a 9 de junho de 2017, era de 725 mil euros.

Em consequência, o pagamento a fornecedores arrastou-se no tempo, chegando, inclusive, a registar atrasos de 150 dias.

No entender dos vereadores da oposição na autarquia praiense, esta situação em nada abona a já frágil economia do concelho da Praia da Vitória.

“Num concelho que definha a olhos vistos, e ao mesmo tempo que é apregoada uma grande estratégia de incentivo ao empreendedorismo e à atividade empresarial, é a autarquia a primeira a não saber dar o exemplo”, afirma Cláudia Martins em comunicado, acrescentando que “não está a adotar uma atitude que transmita a confiança necessária ao tecido empresarial para investir no concelho, nem está, de todo, a impulsionar a sua economia, pois não paga atempadamente aos seus fornecedores”.

A vereadora social democrata sublinhou que, “em muitos casos, os pagamentos foram feitos 90 dias após o prazo de vencimento das faturas, de 60 dias, segundo as requisições enviadas pela Cooperativa aos fornecedores, totalizando escandalosamente cerca de 150 dias de espera”.

“De facto, a lei dos compromissos e dos pagamentos em atraso protegeu o município de utilizar os prazos verificados, não se tratando de uma ilegalidade, mas sim de uma enorme imoralidade”, constatou.

“O impacto que as Festas da Praia deviam trazer aos empresários praienses, acaba por se diluir em 6 meses de mora, o que é incompreensível quando existe uma rubrica no orçamento do município destinada a estas festas”, refere a autarca praiense, exigindo que se cumpram as datas de vencimento da faturação e que “se respeite a vontade e a necessidade dos fornecedores”.

 

 

 

 

Foto: Cartaz

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/festas-da-praia-2017-ultrapassaram-em-mais-de-400-mil-euros-orcamento-de-despesa/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.