Estratégia em curso “garante o aproveitamento” do porto da Praia da Vitória

PS TerceiraO candidato do PS/Açores pelo círculo eleitoral da Terceira, às eleições legislativas regionais, considerou hoje que a estratégia em curso para rentabilizar o porto da Praia da Vitória, decorrente da ação do Município da Praia, do Governo Regional dos Açores e do Governo da República, “garante o aproveitamento daquela infraestrutura”.

No final da visita ao porto e à Porto dos Açores, Roberto Monteiro, número dois na lista socialista, sublinhou a satisfação com o ponto de situação do projeto, sinalizando a coerência e capacidade inovadora reveladas pelas autoridades locais, regionais e nacionais na definição de uma arquitetura de ações concretizável a breve trecho.

“A candidatura ao Plano Junker, já apoiada pelo Governo da República, foi o ponto de partida para esta estratégia, tendo por base a visão institucional integrada decorrente da ação do Município da Praia, do Governo Regional dos Açores e do Governo da República, suportado pelo PS. Esta candidatura garante o acesso ao Fundo Europeu de Investimento Estratégico e, por essa via, fornece o pacote financeiro necessário à sua implementação”, explicou o candidato socialista.

“Na prática, esta estratégia assente em quatro vetores: o incremento da sua utilização para o tráfego de passageiros, com particular enfase nos cruzeiros turísticos – cujo aumento entre 2017 e 2018 garante um milhão de euros em receitas portuárias -, assim como a redução das taxas em vigor no âmbito do PREIT; o investimento afeto à plataforma de abastecimento de LNG (anteriormente designada como projeto COSTA), estando já indicada a integração do porto da Praia nesta rede de abastecimento; o entreposto comercial aduaneiro (enquadrado no projeto Açores) orientado para o granel, que gerará na sua órbita negócios e indústrias que podem gerar valor acrescentado às matérias-primas chegadas à Praia por esta via; e os investimentos enquadrados na concessão e gestão a privados da exploração do porto, essenciais para a viabilidade económica da plataforma logística e entreposto comercial a concretizar naquela infraestrutura”, descreveu Roberto Monteiro.

“Fundamental nesta estratégia é a ação dos privados, cativados a introduzir valor acrescentado ao porto e, em parceria com a articulação das áreas funcionais do mesmo, garantir a rentabilidade que se deseja para a infraestrutura, criando emprego e riqueza, de forma sustentável. Por isso, é para nós vital o lançamento do concurso público internacional para a concessão a privados da exploração do porto, sendo base do projeto vencedor o desenvolvimento, construção e exploração dos investimentos necessários à dinamização da infraestrutura”, sublinhou.

“Os próximos quatro anos são decisivos para a implementação desta arquitetura e os candidatos pelo PS colocam na sua concretização todo o seu empenho e competência”, garantiu Roberto Monteiro.

“Portanto, e em suma, o porto da Praia é um dos motores para o novo modelo económico de desenvolvimento da Terceira e dos Açores. O desafio que se nos coloca é rentabilizar esta infraestrutura, criando emprego e riqueza. A estratégia que está a ser seguida é, no nosso entender, a adequada. Porque é coerente, responde às nossas necessidades, articula as várias visões e necessidades e, no final, garante uma solução eficaz e sustentável. Ou seja nós estamos empenhados em concretizar a estratégia em curso, porque estamos convencidos de que os resultados que dela advêm terão um grande impacto na economia local e regional”, sublinhou o candidato socialista.

 

 

 

 

Foto: PS Açores

GI PS/+central

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *