Desrespeito pelos animais leva MiratecArts a renunciar apoio do Município das Lajes do Pico

A associação cultural MiratecArts informou hoje que, devido às condições em que os cães errantes vivem nas Lajes do Pico e tendo em conta o comunicado publicado pelo presidente do município, Roberto Silva, sobre o referido assunto, renunciou o apoio financeiro que esta Câmara Municipal alocou para apoiar o primeiro Azores Birdwatching Arts Festival.

“A MiratecArts está a elaborar um festival artístico e uma aventura que abraça o ambiente, baseado na observação de aves”, refere Terry Costa, acrescentando que “a Câmara das Lajes do Pico, em janeiro 2017, através do seu presidente, confirmou a participação financeira de 2 mil euros para apoiar a produção deste festival. Como presidente da MiratecArts, não posso aceitar este apoio financeiro e ser parceiro com uma entidade que não respeita os animais, quando esse é um dos grandes objetivos do referido festival.”

Desta forma, o diretor artístico da associação pede à Câmara Municipal das Lajes do Pico que “utilize a verba de 2 mil euros para retirar os cães do lugar inóspito onde se encontram, neste momento, e procure um lugar mais adequado, criando, assim, melhores condições para receber os cães errantes desse concelho”.

A MiratecArts continua a produção e programação do referido festival, agendado para as datas de 6 a 12 de novembro, e planeia apresentar o programa com outros apoios que possa conseguir.

“O festival continuará, de uma forma ou outra”, realçou Terry Costa, salientando que “fazemos o que podemos com o que temos”.

 

 

 

 

Foto: MiratecArts

MiratecArts/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/desrespeito-pelos-animais-leva-miratecarts-a-renunciar-apoio-do-municipio-das-lajes-do-pico/

1 ping

  1. […] um subsídio público quando tudo parece refém do dinheiro do Poder para as suas atividades, mas a Associação MiratecArts recusou um subsídio da Câmara Municipal das Lajes do Pico após as …Ser coerente muitas vezes tem custos, neste caso há que louvar quem preferiu perder dinheiro a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.