Deputado socialista constituído arguido em caso de fraude fiscal na ilha das Flores

O Ministério Público solicitou, à Assembleia Legislativa dos Açores, o levantamento da imunidade parlamentar de um deputado do PS/Açores, a fim de ser constituído arguido e ser interrogado no âmbito de um processo de inquérito relacionado com fraude fiscal, na ilha das Flores.

Em causa está a investigada encetada em junho de 2013, originada por denúncia anónima, sobre declarações de IRS entregues nas Finanças por cerca de 300 florentinos, que terão indicado possuírem uma deficiência superior a 60%, o que lhes permitia beneficiar de reduções fiscais.

No relatório e parecer emitido pela comissão parlamentar competente do parlamento dos Açores — Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho (CAPAT) — é referido que o ex-autarca e atual deputado está indiciado da prática do crime continuado de uso de atestado médico falso.

No mesmo documento é referido que o parlamentar em causa “pugnou pelo levantamento da imunidade parlamentar”.

Na altura da denúncia, foram ouvidas cerca de 270 pessoas, alegadamente envolvidas no processo, tendo, inclusivamente, a Polícia Judiciária inquirido também a delegada de saúde das Flores, que terá assinado os atestados médicos apresentados pelos contribuintes da ilha.

 

 

 

 

Foto: CM SCF

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/deputado-socialista-constituido-arguido-em-caso-de-fraude-fiscal-na-ilha-das-flores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.