Degradação dos serviços prestados pelos CTT nos Açores preocupa socialistas na República

Os deputados do PS/Açores, na Assembleia da República, estão preocupados com os atrasos e a degradação na prestação de serviços por parte dos CTT no arquipélago.

A inquietação consta de um requerimento entregue no parlamento nacional, ao abrigo do regimento, que tem como destinatário o Ministério do Planeamento e Infraestruturas, e que dá conta do problema. “Existem vários testemunhos de cidadãos cujos vales de reforma têm chegado com cerca de duas semanas de atraso”, denunciam Carlos César, Lara Martinho e João Castro. “ Esta situação tem ainda um impacto mais negativo junto dos empresários que sofrem grandes atrasos na entrega das encomendas”, prosseguem.

“São também relatadas várias demoras que em muito prejudicam a vida dos cidadãos que não recebem os seus vales postais desde novembro”, contam ainda, revelando que os atrasos ocorrem nas encomendas entre Portugal Continental e os Açores, bem como no correio inter-ilhas, afetando todas as ilhas. “Já os atrasos nas encomendas de correio Internacional para os Açores são mais acentuados em determinadas ilhas, o que não se verificava antes da nova reorganização logística, nomeadamente a eliminação de postos de desalfandegamento”, afirmam.

O documento termina com um conjunto de perguntas dirigidas ao gabinete do ministro Pedro Marques. Na prática, os deputados insulares querem saber se o Governo da República tem conhecimento da situação e se o regulador tomou alguma medida junto dos Correios para exigir o cumprimento do serviço postal. Os socialistas querem ainda informações sobre a evolução dos indicadores de qualidade de serviço para os Açores e pedem para conhecer os resultados da medição da qualidade de serviço no âmbito da consultoria da PriceWaterhouseCoopers.

 

 

 

 

GI PS/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/degradacao-dos-servicos-prestados-pelos-ctt-nos-acores-preocupa-socialistas-na-republica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.