Contaminação na Terceira: CDS-PP questiona sobre fundamentos da realização de um novo estudo

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou hoje o Governo dos Açores sobre os fundamentos que levam à realização de um novo estudo sobre a contaminação dos aquíferos e solos da ilha Terceira e quais os objetivos específicos para a sua realização.

Num requerimento entregue no Parlamento açoriano, os deputados Artur Lima, Graça Silveira, Catarina Cabeceiras e Alonso Miguel questionam igualmente qual o custo suportado pelo Governo regional na realização do estudo solicitado, qual o horizonte temporal em que decorrerão os trabalhos e a apresentação das suas conclusões, e se a realização de um novo estudo implicará o adiamento de qualquer diligência prevista no âmbito dos trabalhos de descontaminação a desenvolver.

Recorde-se que na passada semana, o diretor regional do Ambiente informou, após uma audição em Comissão Parlamentar, que Governo regional encomendou à Universidade dos Açores um estudo que prevê para “além da análise dos riscos de contaminação, a identificação das soluções tecnológicas disponíveis para uma intervenção mais eficaz”.

Neste sentido, os centristas açorianos pretendem saber quais os locais que já foram intervencionados, que intervenções técnicas foram efetuadas e quais os níveis de poluentes que aí se encontram, bem como quantos e quais são, efetivamente, os locais contaminados referidos pelos norte-americanos.

Tendo em atenção que já estão a ser implementadas ações de descontaminação pelos norte-americanos, algumas das quais o diretor regional do Ambiente qualifica de insatisfatórias, o CDS pergunta se poderá concluir-se, com a necessidade de um novo estudo, que o Governo regional “não subscreve tecnicamente as intervenções realizadas pelos militares norte-americanos e não valida a eficácia dos procedimentos efetuados”.

 

 

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/contaminacao-na-terceira-cds-pp-questiona-sobre-fundamentos-da-realizacao-de-um-novo-estudo/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.