CDU candidata Paulo Santos à Câmara Municipal de Angra do Heroísmo

O advogado Paulo Santos é o primeiro candidato da Coligação Democrática Unitária (CDU) à Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, nas eleições autárquicas de 1 de outubro.

“Esta candidatura tudo fará para se afastar das fulanizações estéreis, das considerações meramente pessoais e de todos os aspetos que invariavelmente afastam a discussão das questões de real interesse”, afirmou o candidato, na sessão pública de apresentação da candidatura.

Paulo Santos “elege como pressuposto de ação política as populações e as suas necessidades, particularmente aquelas que invariavelmente se sentem arredadas do contexto da decisão política e que aqui como noutros sítios de Portugal, invariavelmente se encontram nas camadas mais desfavorecidas da sociedade”, apontando como linha de orientação as ideias e objetivos a atingir com cada uma das propostas apresentadas.

“No que concerne à posição de Angra enquanto cidade património da humanidade, entendemos que o título não pode ser só motivo de vaidade. Consideramos que por respeito à herança cultural e civilizacional, a cidade terá necessariamente de se impor do ponto de vista funcional no quadro da região. É por isso que propomos um reforço da posição da autarquia no sentido de usar toda a sua influência no sentido de incrementar o Polo Universitário em Angra, com fomento de todas as atividades culturais, científicas associadas, constituindo uma mais valia para todos”, salientou.

A CDU nomeia três vetores essenciais na candidatura — a saber: situação social, mobilidade e estrutura urbanística, gestão e tratamento de lixos e resíduos — os quais serão progressivamente densificados.

“O estado de recessão a que ilha foi conduzida fez com que o desemprego e a indigência económica se construíssem como realidades estruturantes requerendo respostas”, salientou Paulo Santos, considerando que a precariedade “atinge dimensões alarmantes na autarquia e nas empresas locais”.

No entender do candidato, deve-se “lançar mão dos mecanismos próprios de que a autarquia dispõe por via de lei, designadamente no tangente à autonomia ao nível da contratação e configuração laboral, para contratar os trabalhadores de que inevitavelmente necessita e regularizar a situação dos que ao seu serviço se encontram com vínculos precários, muitos dos quais nos limites
da subsistência económica”.

Para combater a grave situação social, “que afeta tantas famílias do concelho”, a CDU propõe um Regulamento Solidário de Saúde, que permitirá que a Autarquia comparticipe a aquisição de medicamentos a pessoas que comprovadamente deles necessitem.

“Um Regulamento Solidário para as Necessidades Básicas, através do qual o município presta ajuda financeira aos cidadãos com dificuldades para pagar água, eletricidade (tão cara nestes tempos) ou adquirir alimentos”, referiu.

No quadro da gestão urbanística, a CDU quer fomentar a discussão o mais abrangente possível acerca da estrutura citadina, visando aproximá-la o mais possível das necessidades dos peões, da salvaguarda do comércio e do respeito pelo meio ambiente, em suma, potenciar a qualidade de vida das populações.

No que respeita à gestão de lixos e resíduos, a CDU continua a verificar, “com muita preocupação”, o deficit no que respeita à recolha de lixo em amplas áreas do concelho, “gerando um problema ambiental e até de saúde pública, facilitando a proliferação de roedores e outras pragas”.

“É igualmente com apreensão que se acompanha o desenvolvimento da estrutura intermunicipal recentemente instalada para tratamento de lixo, a qual para além de sobre dimensionada, parece evidenciar grandes falhas de funcionamento, avultando a este respeito a falta de informação e respostas por quem de direito, um verdadeiro buraco negro”, criticam.

A CDU apresentou, igualmente, o sindicalista António Inocêncio como primeiro candidato à Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo.

 

 

 

 

GI CDU/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/cdu-candidata-paulo-santos-a-camara-municipal-de-angra-do-heroismo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.