CDS-PP vive “desesperado” nos Açores e de “medidas negociadas com o PS”

Paulo MendesO coordenador e candidato do Bloco de Esquerda (BE) Açores, às eleições legislativas regionais, acusou ontem o presidente do CDS-PP/Açores de estar “desesperado” e de viver de “medidas negociadas com o PS”.

Paulo Mendes  salientou que o BE apresentou um Projeto de Resolução na Assembleia da República que exultava o Governo a “mover influência diplomática para garantir um trabalho rigoroso e sério de descontaminação dos aquíferos” na ilha Terceira.

“O CDS, quando estava no Governo, e mesmo quando Paulo Portas era ministro dos Negócios Estrangeiros, não exerceu qualquer influência para que o Estado português exigisse que os Estados Unidos levassem a cabo trabalhos de descontaminação a sério, e não umas coisas feitas à superfície, dos aquíferos da Praia da Vitória”, criticou.

O coordenador do BE voltou a defender a saída da Força Aérea dos EUA da base das Lajes, alegando que, ao contrário do que defendem outros partidos, não é possível uma coexistência entre a utilização civil da infraestrutura e a presença militar norte-americana.

“A dependência e a subserviência tem um preço e agora estamos a pagá-lo: destruição de emprego, do PIB, e a degradação ambiental, com possíveis prejuízos para a saúde pública”, salientou Paulo Mendes.

 

 

 

 

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/cds-pp-vive-desesperado-nos-acores-e-de-medidas-negociadas-com-o-ps/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.