CDS-PP quer conhecer razões do falhanço dos acordos ‘interlines’ entre a SATA e a Delta Air Lines

O grupo parlamentar do CDS-PP/Açores questionou esta semana o executivo regional sobre as razões do falhanço nas negociações dos acordos ‘interlines’, entre a SATA e a Delta Air Lines, no verão IATA de 2018.

Em requerimento, os deputados Artur Lima, Graça Silveira, Catarina Cabeceiras e Alonso Miguel, recordam que a secretária regional do Turismo dos Açores, Marta Guerreiro, revelou, em outubro de 2017, que essa possibilidade “estava a ser acautelada”, estranhando que durante o período em que decorreram  as referidas negociações, entre a Delta Air Lines e a SATA, sobre o acordo ‘interlines’, “nunca o membro o  governo que tutela os transportes se pronunciou”.

Os parlamentares populares açorianos consideram “fundamental” que tivesse sido assegurada a possibilidade das ligações dos voos Delta Air Lines a todas as ilhas dos Açores em voo corrido, permitindo que, no mesmo bilhete aéreo, “todos pudessem beneficiar de condições e tarifas idênticas, independentemente da ilha de destino”.

Assim, e no seguimento das declarações da governante regional com a tutela do Turismo em junho passado, de que, “para este verão, não foi possível formalizar esta ligação que exige desenvolvimentos  técnicos complexos”, o CDS-PP/Açores quer conhecer as declarações da empresa de aviação norte-americana, onde esta assume a impossibilidade de executar esses acordos ‘interlines’ e a respetiva fundamentação técnica que justificou a decisão.

 

 

Foto: Direitos Reservados

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/cds-pp-quer-conhecer-razoes-do-falhanco-dos-acordos-interlines-entre-a-sata-e-a-delta-air-lines/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.